Citizen Cope se apresentou no Opinião, no dia 9 de janeiro, ao lado do grupo Slightly Stoopid.

O músico, que interrompeu um hiato criativo de seis anos para lançar o álbum “Heroin and Helicopters” no começo de 2019, aproveitou a sua estreia na capital gaúcha para executar os singles de maior repercussão da sua trajetória, como são os casos de “Let the Drummer Kick” , “Bullet and a Target” e “One Lovely Day”.

Clarence Greenwood, conhecido pelo nome artístico Citizen Cope, é um dos nomes mais celebrados da música norte-americana na atualidade. O seu primeiro álbum solo, chamado “Cope Citizen”, foi lançado em 1992 e teve todas as suas 500 cópias vendidas, atraindo a atenção das grandes gravadoras, como a Geffen/DreamWorks.

De contrato assinado com o selo, Greenwood lançou depois o autointitulado “Citizen Cope”, que deu destaque para os singles “Contact” e “Let the Drummer Kick”. O trabalho seguinte, “The Clarence Greenwood Recordings”, chegou às lojas em 2004, via RCA, e foi certificado com Disco de Ouro nos Estados Unidos. Mantendo o nível de qualidade elevado e os bons resultados comerciais, os seus trabalhos seguintes – “Every Walking Moment” (2006), “The Rainwater LP” (2010) e “One Lovely Day” (2012) – tiveram os seus momentos de sucesso e chegaram a entrar no Top 100 das paradas da Billboard, nas três ocasiões.

Com a admiração de inúmeros outros artistas de renome, como Sheryl Crow, Corey Taylor e Eric Clapton (com quem dividiu o palco durante o Crossroads Guitar Festival 2010), Citizen Cope também se tornou conhecido pelas suas músicas que foram incluídas na trilha sonora de diversos filmes, como “Totalmente Apaixonados”, “Ghost Town” e “O Poder e a Lei”. Seis anos depois do seu último lançamento, o cantor e compositor retornou ao estúdio para gravar o álbum “Heroin and Helicopters”, que debutou nas plataformas de streaming em março de 2019.

Realização: Opinião Produtora

Foto: Alex Vitola / @alexvitola

Todos os direitos reservados.
Proibida reprodução sem autorização.

0