Mendelssohn e Bossa Nova no próximo Domingo Clássico da Orquestra da Ulbra

Acompanhada por um naipe de sopros, Orquestra da Ulbra apresenta obras de Tom Jobim, Vinícius e Baden Powell no domingo (9/10), às 19h, na Associação Leopoldina Juvenil, com entrada franca

O compositor alemão Felix Mendelssohn (1809 – 1847), importante representante da primeira fase do período Romântico, e alguns dos mais expoentes nomes da Bossa Nova integram o repertório do próximo concerto da Orquestra de Câmara da Ulbra. Com regência de Tiago Flores, o Domingo Clássico será no dia 9/10, às 19h, na Associação Leopoldina Juvenil (Marquês do Herval, 280), com entrada franca.

Na primeira parte do programa, a Orquestra executa as Sinfonias para Cordas nºs 1 e 6 do compositor alemão. As obras foram compostas em um período de intensa atividade de Mendelssohn e trazem inspiração em Bach, Hendel, Mozart Bethooven e Weber, com características do romantismo inicial. 

Já na segunda parte do concerto, o grupo recebe o reforço de um naipe de sopros formado por flauta, clarinetas, trompa, trompete e trombones, além de bateria para apresentar músicas do gênero que nasceu no Brasil na década de 1950. Com arranjos de Alexandre Caldi, serão apresentadas Wave, Desafinado, Águas de Março e Samba de Uma Nota Só, de Tom Jobim; Se Todos Fossem Iguais a Você, de Tom e Vinícius de Moraes; Canto de Ossanha, de Baden Powell e Vinícius; e O Pato, de Neuza Teixeira e Jaime Silva.

ORQUESTRA DE CÂMARA DA ULBRA 
DOMINGO CLÁSSICO 
Data: Domingo (09/10) 
Horário: 19h
Local: Associação Leopoldina Juvenil (Marquês do Herval, 280)
Entrada Franca*

*Em parceria com o Projeto Juvenil Solidário sugere-se a doação de alimentos não perecíveis e agasalhos em bom estado.

PROGRAMA: 
FELIX MENDELSSOHN BARTHOLDY: Sinfonia para cordas nº 1, em Dó M
FELIX MENDELSSOHN BARTHOLDY: Sinfonia para cordas nº 6, em Mi bemol
TOM JOBIM: Wave
TOM JOBIM E NEWTON CARDOSO: Desafinado
TOM JOBIM: Águas de Março
TOM JOBIM E NEWTON CARDOSO: Samba de uma nota só 
TOM JOBIM E VINÍCIUS DE MORAES: Se Todos Fossem Iguais a Você
BADEN POWELL E VINÍCIUS DE MORAES: Canto de Ossanha
NEUZA TEIXEIRA E JAIME SILVA: O Pato

Arranjos: Alexandre Caldi
Regência: Tiago Flores

Este concerto foi viabilizado com financiamento do PRÓ-CULTURA, Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Lei 13.490/2010

Assessoria de Imprensa:
Raphaela Donaduce – Dona Flor Comunicação

Fotos:
Eduardo Seidl


Sobre o autor