Nesta véspera de natal a Pedra Redonda encerra a trilogia instrumental de fim de ano com o espetáculo do trio Kiai Grupo. O show estará em formato de álbum visual com estreia (incluindo chat) marcada para às 19h30 do dia 24 de dezembro de 2020, no canal do YouTube da Pedra Redonda. Este lançamento é o show na íntegra realizado na sala da casa-estúdio em 20 de outubro de 2019.

Crédito: Vitória Proença

Uma noite inesquecível e de casa cheia compartilhada com os músicos da banda Quarto Sensorial. O clima é de pré-álbum “II” (lançado em 2020), onde o trio misturou as ideias nascentes daquele momento com o repertório de seu primeiro trabalho, o álbum “Além“. Ambas bandas tocaram cercadas por um público atento e conectado por diferentes sensações naquele encontro especial.

Impossibilitades de promover encontros de corpos há praticamente um ano, em função da pandemia da COVID-19, o coletivo da Pedra Redonda traz esse lançamento como um convite a uma lembrança boa, com o objetivo de acalentar os corações de quem partilhou a presença física do momento e de mostrar para o mundo um caminho possível sobre a nossa visão de cura: a atenção amorosa e compartilhada.

Sobre o Kiai Grupo

Kiai é um trio de música instrumental formado por ​Marcelo Vaz ​no teclado/piano, Dionísio
Souza
no baixo elétrico/violão e Lucas Fê na bateria. Em suas performances o quanto a
música pode ser transformadora, despertar diferentes sensações, além de impulsionar uma
profunda troca com o outro e conosco. Essa junção potente foi definidora de uma
identidade musical do grupo que pode ser percebida nos álbuns Além (2018), Costuras que
me bordam marcas na pele
com Paola Kirst (2018), JazzKilla com o rapper Zudizilla (2019) e
Kiai ll (2020), o trabalho mais recente do trio lançado pelo selo Pedra Redonda.

Ficha Técnica
Dionísio Souza: baixo
Marcelo Vaz: teclado
Lucas Fê: bateria
participação especial Martin Estevez: bateria
Gravado, mixado e masterizado por Wagner Lagemann no Estúdio da Pedra Redonda, em 20 de outubro de 2019
Um projeto de 229 visuais
Vídeo por Vinícius Angeli
Projeto Gráfico por Vitória Proença
Produção executiva por Tamiris Duarte, Paola Kirst e Luiza Padilha

Conheça a Kiai
Instagram: instagram.com/kiaigrupo
Vídeos e Álbuns: linklist.bio/KiaiGrupo

Sobre os Integrantes

Lucas Fê
É natural de Rio Grande, praticamente uma península no extremo sul do Brasil. Sobrinho e
aluno de Marquinhos Fê, Lucas desde muito cedo teve contato com a bateria e diversos
ambientes musicais tendo seu primeiro registro audiovisual aos 4 anos, tocando ao lado de
músicos profissionais. Atualmente, aos 22 anos, seu som visceral transparece
personalidade, sensibilidade e principalmente capacidade e liberdade criativas, que se
fortalecem ao lado de Dionísio Souza e Marcelo Vaz, seus parceiros no surpreendente Kiai
grupo com quem gravou os dois álbuns Além (2018) e Kiai ll (2020); Costuras Que me
Bordam Marcas na Pele (2018) de Paola Kirst e Jazzkilla (2019) de Zudzilla e Kiai. Baterista
de inegável competência, Lucas atua na assistência de produção geral do coletivo de
artistas Pedra Redonda, sendo responsável por dar suporte nas várias áreas nas quais o
coletivo trabalha: produção musical, design e produção cultural e executiva.

Dionísio Souza
É compositor, violonista, baixista, educador musical natural de Rio Grande. Desde 2011,
Dionísio Souza tem aprofundado seus conhecimentos acerca de música corporal e música
livre a partir de diferentes leituras e contato com grandes nomes da Música Universal como
Hermeto Pascoal e Naná Vasconcelos. Com forte inclinação para a música improvisada,
jazz e world music, Dionísio entende-se como um instrumento musical: as vivências
prático-musicais principalmente com Fernando Barba (músico fundador do grupo
Barbatuques) e Lucas Ciavatta (método O Passo) orientaram o músico a seguir os
caminhos da música corporal, em uma direção que prioriza ampliar as percepções músicas
e extra-musicais. Em abril de 2020, o músico lançou seu primeiro álbum solo intitulado
Dionísio e lançado pelo selo Pedra Redonda. Este trabalho apresenta o resultado de mais
de quinze anos de música e educação musical, fazendo referência a algumas de suas
influências como a zamba da América Latina, o samba do Brasil, o konnakol da Índia e o
rap da Jamaica. Músico de inegável competência, Dionísio também integra o coletivo de
artistas Pedra Redonda.

Marcelo Vaz
É pianista, tecladista, compositor, arranjador, educador musical e produtor com mais de 20
anos de carreira. Natural do município de São José do Norte é licenciado em música pela
UFPel e possui pós-graduação na área. Integra o trio de música instrumental KIAI,
juntamente com o baterista Lucas Fê e o baixista Dionísio Souza. Essa junção potente foi
definidora de uma identidade musical do grupo que pode ser percebida nos álbuns Além
(2018) e II (2020), além de Costuras que me bordam marcas na pele com Paola Kirst (2018)
e JazzKilla com o rapper Zudizilla (2019). Também participou do disco ‘Tresavento’ de
Marcelo Delacroix, indicado ao Grammy Latin Awards além de ter atuado ao lado de nomes
renomados como Edu Martins, Ney Conceição e Ary Piassarolo. Marcelo também integra o
coletivo de artistas Pedra Redonda.

0