Opinião apresenta Seun Kuti & Egypt 80

Com uma turnê pelo Brasil que marca o Dia Internacional da Consciência Negra, o nigeriano Seun Kuti vai subir ao palco do Opinião, no dia 1º de dezembro, acompanhado pela banda Egypt 80

O cantor e multi-instrumentista, que é o filho mais novo do icônico Fela Kuti, estará em Porto Alegre para celebrar o legado e político e musical do seu pai, um dos precursores daquilo que mais tarde seria chamado de afrobeat.
 
Buscando dar ao gênero uma roupagem moderna, seja acrescentando um pouco de hip hop ou de pop rock às suas músicas, Seun promete um show eletrizante. Ele vai reunir os melhores momentos da discografia do seu pai – que inclui as imprescindíveis e altamente técnicas “Zombie” e “Kalakuta Show” – e algumas faixas autorais.
 
O seu penúltimo álbum, chamado “Black Times”, foi indicado ao Grammy Awards na categoria ‘Best World Music Album’.“Meu pai trouxe um novo olhar e uma nova interpretação para a música africana”, comenta Kuti. O seu trabalho de estúdio mais recente é o EP “African Dreams”, de 2022. Ele gravou ainda uma participação especial no disco de Janelle Monáe lançado em 2023, na faixa “Know Better”.

SEUN KUTI

Seun Kuti é o filho mais novo do nigeriano Fela Kuti, um dos pioneiros do afrobeat. Com quarenta anos de idade, o cantor tem se dedicado a preservar o legado político e musical do seu pai, que formou a banda Egypt 80 e se tornou uma das vozes mais atuantes e conscientes contra o racismo.

Ele se interessou pela música ainda durante a infância, com apenas cinco anos. Saxofonista e percussionista, o músico costumava a se apresentar com o seu pai, mesmo quando ainda era uma criança inexperiente de nove anos. Fela morreu em 1997 e desde lá Seun assumiu o posto de líder do Egypt 80, gravando discos e excursionando pelo mundo todo.

Abordando as tradições africanas e refletindo a cultura do continente através de um gênero bastante particular, Seun lembra demais Fela em cima do palco. Das longas improvisações instrumentais às músicas dos seus discos próprios, como “Black Times” (2018) e o EP “African Dreams” (2022), ele foi indicado ao Grammy Awards uma vez e gravou com outros artistas cultuados, como Janelle Monáe e Vic Mensa.

Publicidade

SERVIÇO
O que: SEUN KUTI & EGYPT 80
Onde: 
Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 1º de dezembro, sexta-feira, a partir das 23h
Abertura da casa: 23h
Classificação: 18 anos
Realização: Myzik, Intershows, Opinião Produtora e Django
Apoio: Mate e Voodoo

Ingressos:
 
Lote 1:

Inteira Solidária (todas as pessoas podem comprar mediante a doação de 1kg de alimento não perecível): R$ 75
Meia-entrada (desconto de 50%): R$ 70
Inteira: R$ 140
 
Lote 2:

Inteira Solidária (todas as pessoas podem comprar mediante a doação de 1kg de alimento não perecível): R$ 85
Meia-entrada (desconto de 50%): R$ 80
Inteira: R$ 160
 
Lote 3:

Inteira Solidária (todas as pessoas podem comprar mediante a doação de 1kg de alimento não perecível): R$ 95
Meia-entrada (desconto de 50%): R$ 90
Inteira: R$ 180
 
Lote 4:

Inteira Solidária (todas as pessoas podem comprar mediante a doação de 1kg de alimento não perecível): R$ 105
Meia-entrada (desconto de 50%): R$ 100
Inteira: R$ 200
 
Lote 5:

Inteira Solidária (todas as pessoas podem comprar mediante a doação de 1kg de alimento não perecível): R$ 120
Meia-entrada (desconto de 50%): R$ 115
Inteira: R$ 230

* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.
** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.
 
Demais descontos:
* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto.
* 50% para jovens pertencentes a famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto.
* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
* 50% para doadores regulares de sangue: Lei Estadual n° 13.891/12 – obrigatória apresentação de documento oficial válido e expedido pelos hemocentros/bancos de sangue.
* 50% para sócio do Clube do Assinante ZH.
 
Pontos de venda:
 
Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro):

Loja Planeta Surf Bourbon Wallig (Avenida Assis Brasil, 2611)
Horário funcionamento: das 10h às 22h
 
Online: 
www.sympla.com.br/opiniao
 
Informações:

www.opiniao.com.br
www.facebook.com/opiniao.produtora
www.instagram.com/opiniao
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838

Assessoria de Imprensa:
Paulo Finatto Jr. – Opinião Produtora

Publicidade

Créditos da Foto:
Alexis Mayron

Publicidade