Ariel Uliana conto como fez do punk uma família

Pics Música e Cultura | Ariel Uliana conto como fez do punk uma família
Crédito: Divulgação
Pics Música e Cultura | Ariel Uliana conto como fez do punk uma família
Crédito: Divulgação

Punk é movimento, mas também é família. É o que nos mostra Ariel Uliana em papo com o programa O Ben para todo mal

O vocalista das bandas Restos de Nada, Invasores de Cérebros e Os Insociáveis adotou a cultura que tem como trilha sonora básica os três acordes e construiu uma história de afeto em meio a esse mundo em constante desequilíbrio. Pai do Lery, do Erik e avô do Julian, o veterano conta, entre outros assuntos, sobre a ajuda que recebeu dos companheiros punks para criar os filhos e também exalta o legado da companheira de vida, Tina, que faleceu em 2022.

Foi difícil criar os filhos sem a ajuda dos familiares. Então, a gente criou uma família dentro do punk rock. A partir de 1985, quando nasceu o Erik, minha casa parecia um squat, frequentada dia e noite por punks. E eles foram babás dos meus filhos. E os meus filhos viveram no meio de tudo isso. Falam que tem violência, tem droga, e que isso influencia. Pra eles não, meus filhos são praticamente caretas, se formaram em faculdades. Eles aprenderam muito, inclusive, circulando nesse meio”, lembra Ariel.

O Ben para todo mal
O programa “O Ben para todo mal” conversa com pessoas ligadas à música para falar sobre parentalidade e som. Com uma segunda temporada sendo disponibilizada na televisão, o projeto continua destacando como criar um ser humano impacta a rotina dos convidados. Além de Marcelo Pompeu, a nova leva de episódios tem como convidados Jean Dolabella (Pitty), Vania Cavalera (mãe de Iggor e Max, criadores do Sepultura), Nenê Altro (Dance of Days), Clemente Nascimento (Inocentes), Negra Jaque, Flávia Biggs (The Biggs) e Beto Bruno (Cachorro Grande), entre outros.

Confira trailer da nova temporada de O Bem para todo mal aqui!

Das 13 produções que entram na programação do Music Box Brazil** desde 24 de abril, 11 foram filmadas em São Paulo e duas em Porto Alegre. O roteiro e a apresentação são feitos pelo jornalista Homero Pivotto Jr. (que idealizou a iniciativa em homenagem ao filho Benjamin), e a edição e direção são de Sérgio Caldas. Além da dupla, que está envolvida com o projeto desde o começo, os novos vídeos têm ainda suporte de Luiz Argimon e Vinícius Lima na captação de som e de imagens.

O Ben para todo mal” é um trabalho iniciado em 2016. A primeira temporada, exibida no Music Box Brazil** e disponível no YouTube (https://www.youtube.com/@OBenparatodomal), conta com 17 episódios. Os entrevistados incluem nomes como João Gordo e Jão (Ratos de Porão), Julia Barth (Os Replicantes), Andreas Kisser (Sepultura), Fernanda Takai (Pato Fu), Iggor Cavalera (ex-Sepultura), CJ Ramone e Afro-X.

**Music Box Brazil: canal 123 da NET, 145 da Oi TV ou 637 da Vivo TV

Assessoria de Imprensa:
Homero Pivotto Jr.

PUBLICIDADE