Nenung & Cia. Mágica estarão no projeto Ocidente Acústico, dia 14 de dezembro com o show Canções para (re)encantar a Terra

Pics Música e Cultura | Nenung & Cia. Mágica estarão no projeto Ocidente Acústico, dia 14 de dezembro com o show Canções para (re)encantar a Terra
Créditos da Foto: Pedro Rocha
Pics Música e Cultura | Nenung & Cia. Mágica estarão no projeto Ocidente Acústico, dia 14 de dezembro com o show Canções para (re)encantar a Terra
Créditos da Foto: Pedro Rocha

Com uma caminhada sólida na música produzida no sul do Brasil e que se espalha pelo país e exterior, Nenung mantém acesa a chama de sua obra, em projetos como Os the Darma Lóvers, Projeto Dragão e parcerias com artistas de todo o país junto de suas novas criações

Dia 14 de dezembro sobe ao palco do Ocidente Acústico com o espetáculo “Canções para (re)encantar a Terra”, onde renova seu compromisso de fazer uso da arte como instrumento da sanidade. Se somando a Marcelo 4Nazzo (guitarra) e A.vicente (piano elétrico e acordeon) apresenta a poética sonora que há 37 anos lapida em suas várias frentes.

O novo espetáculo traça uma trama cuidadosamente bordada para envolver, acolher e trazer inspiração e confiança e a disposição indispensável para alinharmos nossas mentes e corações na direção de sanar essa terra tão ferida, que a cada dia declara com mais clareza estar saturada de tanta ganância e inconsequência”, afirma Nenung.

Para o show, o Bar Ocidente será preparado na forma de um luau intimista, com cadeiras dispostas em círculo junto dos músicos para que o público possa sentir e interagir com leveza, espaço e alegria. No setlist, canções icônicas como “Gigante”, “Canção para minha morte”, “Pergunta urgente” e “Meu amor se mudou pra lua”, junto das supernovas: “As coisas que o Elon Musk não vai comprar”, “Encantamento” e “A flor na sua mão” – canção dedicada a Renato Russo, originalmente escrita por Nenung com Dado Villa-lobos para o álbum “Exit” lançado em 2017. Esta canção esteve perdida e agora, resgatada, terá a guitarra e voz de Dado em single a ser lançado na entrada de 2024.

Para preencher o ambiente de alegria, o DJ Claudio Cunha/Dinâmico FM, ficará responsável pela animação da pista, antes e depois da apresentação.

Nenung vê sua arte como uma função a ser compartilhada para inspirar a sanidade, especialmente em tempos exigentes como este. Surgido em 88 com sua Barata Oriental, se destaca desde então por ousar temáticas profundas e provocantes sem abdicar da poesia.  Em 98 co-cria Os the Darma Lóvers, ampliando sua potência poética com sua simplicidade e ousadia, cruzando o Brasil e indo além das fronteiras em um ciclo que dura 25 anos, registrado em um documentário dirigido por Theo Tajes que virá às telas em 2024.

Com seu Projeto Dragão, grava dois álbuns e desbrava o país entre 2016 e 2019, quando direciona suas antenas criativas para a carreira solo e o trio com Marcelo Fornasier e André Vicente da Silva, a Cia. Mágica. Mantêm parcerias criativas com Frejat, Dado Villa-lobos, Paula Toller, Moreno Veloso, Ronaldo Bastos, Mariana Aydar e muitos mais. Mora no maior centro de budismo tibetano da América Latina, o Chagdud Gonpa Khadro Ling, na encosta da serra gaúcha, onde produz e renova constantemente sua inspiração.

Para 2024 planeja lançar seu terceiro livro, desta vez, poesias inspiradas pela meditação, além de um EP já em processo de finalização com produção de Edo Portugal, tendo já um novo álbum composto, radicalizando sua posição enquanto poeta visionário.

O músico Ronaldo Bastos afirma que Nenung é um oráculo a ser sempre consultado no cenário da atual música brasileira. “O trabalho de Luís Nenung está para a esmagadora maioria da música pop que se ouve hoje em dia no Brasil e no mundo como a slow food está para a fast food. Demanda não apenas uma velocidade diferente de fruição, mas uma relação inteiramente distinta com a música. A principal semelhança entre seu projeto solo e os The Darma Lóvers está, naturalmente, na alta qualidade das letras de Nenung, perpassadas pelos ensinamentos do budismo. Num panorama onde a regra é ser tatibitate, ele tem o que dizer e sabe como dizê-lo, seja com indignação seja com poesia”, afirma o jornalista Arthur Dapieve.

SERVIÇO:
CANÇÕES PARA (RE)ENCANTAR A TERRA, com Nenung & Cia. Mágica
Projeto Ocidente Acústico/ participação DJ Claudio Cunha
14 de dezembro, às 21h (a bilheteria abre às 19h30min e o bar às 20h)
Ocidente Bar – Av. Osvaldo Aranha, 960
Ingressos: via Sympla ou bilheteria
R$ 25,00 (lista afirmativa/meia-entrada) / R$ 35,00 (solidário) / R$ 50,00 (inteira)

* Solidário – Valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa. Válido para vendas antecipadas.
* Os alimentos deverão ser entregues no Ocidente, no momento da entrada ao evento.
*Lista afirmativa – R$ 25,00 (lote exclusivo para pessoas negras, indígenas, trans e travestis). Válido para vendas antecipadas.
*Meia-entrada – R$ 25,00 – Para o benefício da meia-entrada é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Produção: Rei Magro
Divulgação: Bebe Baumgarten

REDES DO ARTISTA:
Facebook: https://www.facebook.com/nenungdragao
Instagram: https://www.instagram.com/nenung_dragao

Informações para a imprensa:
Bebê Baumgarten Comunicação

PUBLICIDADE