Angela Ognibeni inaugura série inédita na Nieto Galeria de Arte no dia 28/09, em Porto Alegre

Na exposição, O QUE SE CALA, a artista reflete sobre questões existenciais que se evidenciaram na pandemia e que se traduzem na sua atual produção artista

Aos poucos, os efeitos da pandemia começam a aparecer na produção artística e estética contemporânea, indicando caminhos que questionam o status quo da arte. A artista e arquiteta Angela Ognibeni também manifesta seu olhar sensível e poético a respeito deste período de isolamento social em uma série inédita em pintura acrílica, que ele apresenta no próximo dia 28 de setembroquinta-feira, das 18h30 às 21h30min, na Nieto Galeria de Arte, na Rua Lucas de Oliveira, 432, em Porto Alegre.

Na exposição intitulada O QUE SE CALA a artista traduz em um conjunto de 33 obras, aproximadamente, os temas que a fizeram refletir e que também deixaram suas marcas em todos nós: o encontro do outro e daquilo que lhe é semelhante. “Todos somos um mundo particular e muitas questões se tornaram evidentes, como a solidão, as emoções, as parcerias, as diferenças, as interações humanas e, principalmente, a falta delas”, reflete.  Dessas sensações e percepções da artista, surge o diálogo protagonizado pela sobriedade das cores junto à representação de rostos e corpos numa linguagem que mescla o figurativo com a abstração.

A pintura abstrata tem sido uma constante nos últimos 16 anos de trabalho mais recentes da artista na pintura, mas sempre algo do desenho está presente. “O desenho é fundamental para a pesquisa do trabalho”, ressalta. As formas foram desenhadas na tela com espátula diretamente sobre a tinta, sem nenhum esboço prévio, surgindo, assim, formas quase espontâneas. “Talvez, a influência da formação em arquitetura apareça, tanto no desenho como na técnica utilizada nessa série com uso da espátula”, deduz.

PUBLICIDADE

Angela Ognibeni, atenta à cena cultural da cidade, participou de numerosas exposições coletivas desde 2008, totalizando 23 até o momento. No entanto, esta será a sua primeira exposição individual, motivada pelo incentivo de sua antiga mestra, a artista plástica Vera Wildner (1968-2017). Ognibeni tem trabalhado nos últimos anos no espaço VW Atelier Coletivo (que homenageia Vera Wildner), antigo Atelier Estággio, onde Vera ensinou por décadas, influenciando várias gerações de artistas.

As obras estarão disponíveis para visitação até o dia 28 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados, das 10h às 14h. A entrada é gratuita.

SOBRE A ARTISTA

PUBLICIDADE

Angela Ognibeni (Porto Alegre-RS, Brasil, 1964) é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UniRitter (1985). Iniciou sua formação em artes em 1978, com a professora Nely Reis com quem estudou desenho e pintura a óleo. Freqüentou o Atelier Livre Xico Stockinger da Prefeitura Municipal de Porto Alegre nos anos 1981 e 1983 cursando Desenho e Criatividade com a artista Carmem Moralles. Em 2007 retornou à arte frequentando o Atelier Estággio orientada pela artista Vera Wildner até 2017. Também em 2017, 2018 e 2019 cursou Desenho da Figura Humana: Teoria e Prática, Anatomia Artística com cadáveres e Monitoria do desenho com modelo vivo todos com o artista Gustavot Diaz. Desde então, vem participando de diversas exposições coletivas em galerias de Porto Alegre e outras cidades do RS como Bagé, Novo Hamburgo, Uruguaiana e Santa Cruz do Sul. Atualmente desenvolve seus trabalhos no VW Atelier Coletivo em Porto Alegre, RS. 

SERVIÇO:
O Quê: Exposição O QUE SE CALA da artista e arquiteta e Angela Ognibeni.
Onde: Nieto Galeria de Arte, Rua Lucas de Oliveira, Mont’Serrat, Porto Alegre-RS.
Quando: Abertura dia 28 de setembro de 2023, quinta-feira, das 18h30 às 21h30min. Visitação até 28 de outubro de 2023, de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados, das 10h às 14h.
Quanto: entrada franca
Recomendação etária: livre

Informações para a imprensa:
Silvia Abreu

PUBLICIDADE

Crédito da Foto:
Andreia Moll

PUBLICIDADE