Oficina de Choro comemora 20 anos de atuação e abre vagas gratuitas para novos alunos

Voltado a públicos de todas as idades que tenham interesse em aprender sobre diferentes instrumentos musicais, o curso acontece semanalmente, no Instituto Ling. As inscrições estão abertas

Projeto de educação musical que já formou mais de mil pessoas gratuitamente em 20 anos de atuação, a Oficina de Choro está com vagas abertas para novos alunos que queiram se dedicar ao aprendizado de diferentes instrumentos musicais, como violão, cavaquinho, bandolim, pandeiro, sopros, teclas, além do canto e da composição em conjunto. Voltado a públicos de todas as idades, com ou sem experiência, o curso é oferecido sem custo, com aulas presenciais no Instituto Ling, em Porto Alegre.

As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de março pelo e-mail [email protected] e pelo Instagram @oficinadechoro. Os interessados podem se matricular na disciplina de Composição Coletiva, que ocorrerá sempre nas quartas-feiras, às 14h, e também na de Prática em Conjunto, que acontecerá aos sábados, no mesmo horário. As aulas iniciam no dia 18 de março e se estendem até o dia 9 de dezembro. As vagas são limitadas, e os interessados serão submetidos a um processo de seleção, de acordo com o nível de conhecimento musical. Para participar, é necessário ter um instrumento musical para a prática.

No ano em que completa duas décadas de atividades ininterruptas, a iniciativa, coordenada pelo músico Mathias Pinto com curadoria e produção da Branco Produções, presenteará os alunos com aulas especiais com professores convidados, entre eles o bandolinista e arranjador Luiz Machado, que ocupou o cargo de coordenador da Oficina de Choro durante dez anos. Como parte das comemorações, também será lançado neste ano o projeto ALMA, que disponibilizará online o acervo completo de Machado, com mais de 5 mil manuscritos de partituras de transcrições, arranjos, cifras e métodos para todos os instrumentos de corda. A novidade poderá ser conferida no portal do Instituto Casa do Choro, do Rio de Janeiro, instituição de referência na pesquisa e desenvolvimento do gênero no Brasil.

PUBLICIDADE

Além disso, durante 2023, o projeto unirá novos alunos com ex-participantes da oficina já formados, que hoje se profissionalizaram e atuam ao lado dos maiores nomes da MPB. Juntos, os músicos farão duas apresentações abertas ao público. 

As duas décadas da Oficina de Choro
Iniciativa que tem como objetivo ampliar o espaço da música instrumental no país através da formação de grupos, o ensino da música de choro e o incentivo a novos compositores, a Oficina de Choro vem exercendo um papel decisivo para o crescimento da cultura do choro e da música popular brasileira no Estado, além de se destacar como um dos maiores projetos voltados ao ensino de choro no país. Desde 2019, conta com apoio do Instituto Ling, entidade que viabilizou a continuidade do projeto, acolhendo centenas de alunos que receberam formação musical em diferentes aulas abertas ao público.

A Oficina de Choro também é responsável pela criação da Orquestra de Choro de Porto Alegre (OCPA), a primeira iniciativa desse gênero na história do Rio Grande do Sul, e capitaneia a série de shows O choro é livre!, que revelou novos talentos do gênero e levou artistas consagrados em apresentações realizadas no foyer do Theatro São Pedro entre 2018 e 2019. “O projeto vem protagonizando uma renovação no público deste gênero musical que se torna cada vez mais forte no Estado, contando inclusive com um festival de choro, promovido pela oficina e realizado na Serra Gaúcha, que vai para sua segunda edição em 2023“, completa o músico e coordenador do projeto Mathias Pinto.

PUBLICIDADE

SERVIÇO
Oficina de Choro | Matrículas abertas para 2023
Voltado a públicos de todas as idades, o curso é oferecido gratuitamente, com aulas presenciais no Instituto Ling (Rua João Caetano, 440 – Três Figueiras – Porto Alegre/RS).

As inscrições não têm custo e podem ser feitas até o dia 11 de março pelo email [email protected] e pelo Instagram @oficinadechoro.

Os interessados podem se matricular na disciplina de Composição Coletiva que ocorrerá sempre nas quartas-feiras, às 14h, e também na disciplina de Prática em Conjunto (Regionais e Bandão), que acontecerá aos sábados, no mesmo horário. As aulas iniciam no dia 18 de março e se estendem até o dia 9 de dezembro. 
As vagas são limitadas, e os interessados serão submetidos a um processo de seleção, de acordo com o nível de conhecimento musical. Para participar das aulas, é necessário ter um instrumento pertinente para a prática.

PUBLICIDADE

A Oficina de Choro tem direção artística de Mathias Pinto, curadoria e produção da Branco Produções, patrocínio de Kappersberg e Safira e apoio cultural do Instituto Ling. Realização do Governo do Estado do RS, através da Secretaria de Estado da Cultura/LIC RS. 

INFORMAÇÕES ÚTEIS
institutoling.org.br
www.facebook.com/InstitutoLing
www.instagram.com/Instituto.Ling
twitter.com/@InstitutoLing
www.youtube.com/c/InstitutoLingCultural
Fone: 51 3533-5700
Email: [email protected]

Assessoria de Imprensa:
Jéssica Barcellos Comunicação

PUBLICIDADE

Foto:
Mathias Pinto / Divulgação

PUBLICIDADE