Ana Cañas revive o legado de Belchior com versão ao vivo e inédita de “Monólogos das Grandezas do Brasil”

Um ano após o lançamento do álbum Ana Canta Belchior, que conta com os clássicos do cantor e compositor cearense Belchior pelo vocal de Ana Cañas, a artista apresenta o single “Monólogo das Grandezas do Brasil”, primeiro a ser revelado de seu DVD, que tem lançamento previsto para o início de 2023

Entre o contemporâneo e o clássico, Ana Cañas reinventa importantes faixas da MPB com a proposta de criar uma experiência musical, trazendo uma nova roupagem para as canções de Belchior. A brincadeira em mudar as sonoridades vem através de arranjos e idealizações da cantora: “Eu tirei a música no violão e assim nasceu a gênese do arranjo. Posteriormente, inseri mais dois violões (Fabá Jimenez e Rovilson Pascoal) e fiz um arranjo de cordas especial que acrescentam no lirismo da mensagem”, explica a artista e, segundo ela, esta faixa é uma das mais intimistas do DVD.

Monólogo das Grandezas do Brasil” foi lançado pela primeira vez em 1982, baseado em crítica social sobre a realidade do povo brasileiro e se mantém atual, sendo comparada ao cenário atual político e social brasileiro. “Em apenas uma letra, ele traz o cenário da realidade brasileira de forma única. O diálogo através do tempo se mantém, pois o nível de sua poesia transcende e atravessa o tempo”, completa Ana. “Belchior, sempre afiado e conhecedor das mazelas, as expõe destemidamente e oferece o caminho alvissareiro: ‘a estrada é uma estrela pra quem vai andar’”, ela comenta.

Ana se conecta com Belchior de diversas maneiras, e sua admiração pela lírica e performances do músico são marcantes na reprodução de sua própria musicalidade, mas o apreço vai além da arte: “Acredito que nos encontramos na intensidade, visceralidade e amor pelas pessoas. Aprendo diariamente com ele, a cada show e verso que atravessa o meu coração”.



FICHA TÉCNICA:
Produzido por:
Ana Cañas e Fabá Jimenez
Voz: Ana Cañas
Violões: Ana Cañas, Fabá Jimenez e Rovilson Pascoal
Violinos: Tiago Paganini e Flávio Geraldini
Viola: Davi Rissi Caverni
Violoncelo: Jonas Moncaio
Gravação: Flávio Senna no Estúdio NaCena (SP)
Mixagem: Flávio Senna na Cia. dos Técnicos (RJ)
Masterização: Carlos Freitas na Classic Master USA
Arte Capa Single: Zé Otávio
Design: Rangel Oliveira

Assessoria de Imprensa:
Trovoa Comunicação

Capa:
Zé Otávio


Sobre o autor