Porto Alegre Consort apresenta neste sábado, 12/11, às 20h, O Projeto Viva Vivaldi, na Catedral Metropolitana de Porto Alegre

O concerto é uma saudação, uma reverência a um dos compositores mais importantes da história da música, Antônio Lúcio Vivaldi

Sob a regência do maestro Diego Schuck Biasibetti, orquestra, coro e solistas cantores interpretam as obras Gloria e Dixit Dominus de Vivaldi. São obras do séculos XVII e XVIII – música antiga – especialidade do grupo Porto Alegre Consort, e embora sejam de tempos tão distantes, o significado e atração são atemporais e podem ser sentidos assim que a performance inicia, um verdadeiro convite à reflexão, à abstração do corre, corre, ao deleite.  

Os solistas do concerto são: Andiara Mumbach e Larissa Ramos – sopranos; Angel Diel – mezzo-soprano; Felipe Bertol – tenor e Ricardo Barpp – baixo-barítono. Na preparação vocal Gisa Volkmann.

O espetáculo tem entrada franca e será transmitido ao vivo pelo canal de Youtube do grupo.

SERVIÇO
O que: Viva Vivaldi com Porto Alegre Consort
Regência: Diego Schuck Biasibetti
Solistas: Andiara Mumbach e Larissa Ramos – sopranos; Angela Diel – mezzo-soprano; Felipe Bertol – tenor e Ricardo Barpp – baixo-barítono. Preparação Vocal: Gisa Volkmann.
Quando: 12 de novembro de 2022 – sábado
Hora: 20h
Local: Catedral Metropolitana de Porto Alegre – Centro Histórico
Transmissão Ao Vivo: https://www.youtube.com/channel/UCeDLwlJuFeCdOOf-pGEz1zg

*este evento disponibiliza medidas de acessibilidade física e de conteúdo.

Lei de Incentivo à Cultura
Apoio: Catedral Metropolitana de Porto Alegre e Império Persa
Produção Cultural: Atmosfera Produtora
Patrocínio: Grupo Zaffari
Realização: Porto Alegre Consort, Secretaria Especial da Cultura – Ministério do Turismo, Governo Federal Pátria Amada Brasil.
Assessoria de comunicação e imprensa: Ester Chaves / Atmosfera Produtora – (54) 9 99987307

SAIBA MAIS, SOBRE O ELENCO:

Porto Alegre Consort:
Grupo vocal e instrumental que se dedica a interpretação da Música Antiga de compositores do século XVII e XVIII como Bach, Haendel e Vivaldi.
Surgiu em 2017, mas sua história começou bem antes, em 1996, com o Coral Porto Alegre que após juntar-se a um grupo de instrumentistas passou a se chamar Porto Alegre Consort.
Programas expressivos fazem parte da trajetória do grupo como a realização dos projetos Bach Natürlich, com obras de Johan Sebastian Bach, especial de Páscoa com a apresentação da Paixão

Segundo São João também de Bach e o projeto Alte Musik com a interpretação da grandiosa obra O Messias de Handel e agora, o projeto Viva Vivaldi.

Regência:
Diego Schuck Biasibetti é violoncelista, gambista e regente.

Formado pela Hochschule für Künste (Escola Superior de Artes, Bremen – Alemanha) em Violoncelo Barroco com a profª Viola de Hoog e em Viola da Gamba com a Profª Hille Perl. Graduado em Regência Coral pela UFRGS com o Prof. Dr. Joceley Bohrer.
Foi violoncelista, solista, nas extintas Orquestra Unisinos-Anchieta e Orquestra Sinfônica da UCS. Gravou quatro Cds como violoncelista na orquestra do 18º, 19º, 20º e 21º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga, sob direção de Luis Otávio dos Santos. Atualmente é violoncelo solista na Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e regente do Porto Alegre Consort e Coral Porto Alegre.

Solistas:

Andiara Mumbach – soprano
Andiara Mumbach é bacharel em canto lírico pela UFSM, ministra aulas de canto e dedica-se especialmente ao repertório barroco e à música de câmara.
Já atuou junto à Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra de Câmara Teatro São Pedro, Orquestra UNISINOS, Orquestra Sinfônica da UCS, Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Camerata Antiqua de Curitiba. Integra os duos Folclore Lírico e Lachrimae, e os grupos Porto Alegre Consort e Sacra Harmonia.

Larissa Ramos – soprano
Larissa Ramos é Soprano docente em Música e Canto. Estuda Canto e Ópera com o Tenor Alan Fischer (EUA) e com a Soprano Elisa Machado (Brasil).
Agrega em seu currículo a Premiere Opera Vocal Arts Institute (POVAI); FEMUSC; Gramado In Concert; Saarburg Festival (Alemanha) e o Royal Opera House de Londres.

Angela Diel – mezzo-soprano
Angela Diel destaca-se entre as vozes brasileiras mais apreciadas no Brasil e no exterior. Segundo o crítico Guido Borgomanero, de Curitiba, “…possui uma bela voz, de timbre aveludado, bem calibrada, de puro metal, que não deixa de encantar e deleitar todos aqueles que têm a sorte de ouvi-la.”
Sua intensa atividade em recitais leva-a às mais prestigiosas salas de concerto do Rio Grande do Sul, seu Estado de origem, e de muitos Estados do Brasil além da Argentina, Uruguai, Portugal, Alemanha, França, Chile, Bélgica, Luxemburgo, acompanhada por célebres pianistas, com ênfase para o repertório alemão e brasileiro.

Felipe Bertol – tenor
Felipe Bertol
 é Bacharel em Música (UFRGS), fez residência artística com Sofia Lourenço (ESMAE/Portugal), foi integrante do Opera Studio do Theatro Municipal de São Paulo e da Academia de Ópera do Theatro São Pedro. Foi solista na “Mass” de Leonard Bernstein e das óperas A Flauta Mágica, La Traviata e O Cavaleiro da Rosa. Cantou nas produções de A Viúva Alegre, La Scala di Seta, Bastien und Bastienne, Così fan tutte e Elixir do Amor. Cantou L’Étoile, Il Mondo della Luna, Ba-ta-clan e Viva la Mamma.

Ricardo Barpp – baixo-barítono
Ricardo Barpp 
é graduado em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Finalista do VI Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas em São Paulo. Solista de óperas e concertos junto à Ospa, Orquestra de Câmara Theatro São Pedro, Orquestra Sinfônica da UCS, Orquestra Unisinos Anchieta. Atuou na ópera cômica As Sete Caras da Verdade, de Nico Nicolaievsky e do Primeiro Festival de Música Antiga de Porto Alegre.

Preparação Vocal:
Gisa Vokmann

Tem grande experiência em trabalho com grupos vocais. Foi ministrante de oficinas de canto coral e técnica vocal pelo Brasil e Venezuela.  Tem formação em canto e piano pelo Conservatório de música de Blumenau (Brasil).
Recebeu diversos prêmios consecutivos em interpretação, além do voto popular e das primeiras colocações nos Festivais Internacionais de Coros em POA, junto aos corais TRT, 25 de julho, Mandrialis e AABB. Com o Coral Porto Alegre e Orquestra, sob a Regência de Ernani Aguiar, recebeu o Prêmio Açorianos 2000 (POA/RS), categoria CD Erudito: Novenas – Padre José Maurício Nunes Garcia. Atualmente trabalha junto ao Porto Alegre Consort como preparadora vocal e ensaiadora.

Programa:
Antonio Lúcio Vivaldi (1678-1741)
GLORIA RV 589 –
DIXIT DOMINUS – RV 594 (Salmo 109 Vulgata)

Informações para Imprensa:
Ester Chaves – Atmosfera Produtora

Fotos:
Lucia Moreira


Sobre o autor