Cosmic Rover – Heavy (Um Metal por Dia)

Cosmic Rover – Heavy

O Cosmic Rover, que havia estreado com o ótimo “Spitting Fire” (2019), acabou de soltar o seu segundo trabalho de estúdio, intitulado “Heavy”

O grupo paulista, que executa um Stoner Metal com muitas referências do Hard Rock e do rock setentista, criou aqui mais um repertório ágil e enérgico, com uma abordagem orgânica superinteressante e adequada à sua proposta.

Indo dos riffs vibrantes de Xande Saraiva (também guitarrista do Baranga) ao baixo pulsante de Rodrigo Felix, o vocalista/baterista Edson Graseffi é quem acaba se tornando o destaque individual de todo o material, seja pela sua desenvoltura com as baquetas ou pela sua performance suja, despojada e cheia de feeling ao microfone.

Graseffi, bastante conhecido dos seus tempos de thrash metal com o Panzer, é um cantor impressionante e talentosíssimo, que dá exatamente aquele tom visceral que o instrumental do Cosmic Rover pede. Gravado ao lado do conceituado produtor Henrique Canale (hoje também baixista do Spektra), “Heavy” chama a atenção por conta das suas composições diversificadas e cheias de groove. Se a agitada “Fast Cars” é um majestoso cartão de visitas, o álbum tem lá os seus momentos de muito peso (“Dreams” e “Stoned Moon”) e algumas canções mais densas (“Catch Me” e “Just Let Me Free”, essa última com um ótimo solo), mas sem esquecer daquelas faixas arrastadas, obscuras e típicas do stoner (“The Black Sheep” e “Fly On”).

Com apenas 29 minutos de duração, “Heavy” é um registro tão legal que até parece que dura menos que isso. O disco, que está disponível em todas as plataformas de streaming, foi lançado digitalmente com o suporte do selo Abraxas.




Sobre o autor