Barnum – O Rei do Show chega a Porto Alegre após conquistar público e crítica em São Paulo e Rio de Janeiro

O musical circense estreou na Broadway, há quatro décadas, com Jim Dale e Glenn Close. A versão brasileira tem no elenco 18 artistas, entre eles do Cirque du Soleil e a gaúcha Valeria Barcellos. Barnun acontece nos dias 05 e 06 de novembro, no Teatro do Sesi

Nos dias 5 e 6 de novembro (sábado e domingo), o Teatro do Sesi recebe a turnê nacional Barnum – O Rei do Show, um dos mais cultuados musicais da história, que estreou na Broadway, nos anos 1980, e recebeu uma dezena de prêmios Tony e até versão para o cinema. As sessões ocorrem sábado, às 20h30, e domingo, às 19h. 

Para a versão brasileiraassinada por Claudio Botelho tem direção de Gustavo Barchilon, coreografia/direção de movimento de Alonso Barros e direção musical de Thiago Gimenes – foram escalados Guilherme Logullo para o papel-título e Kiara Sasso na pele da poderosa Charity. Outros destaques são as atrizes Renata Ricci, dando vida à antagonista Jenny Lind, e a gaúcha Valéria Barcellos, no papel da mítica Joice Heth, além de artistas do Cirque du Soleil.

O elenco estelar dará vida a uma história real que ganhou, no decorrer de sua história, fãs, lendas e muita especulação. O enredo ainda levanta debates importantes que ajudam a contar e a refletir sobre a humanidade, a igualdade e a inclusão. 

PUBLICIDADE

O musical baseado na vida do showman e empresário do ramo do entretenimento Phineas Taylor Barnum, cujo mais famoso empreendimento foi um museu itinerante, que era uma mistura de circo, zoológico e personagens freaks, com destaque, por exemplo, para uma mulher de 160 anos. 

Um comitê diverso foi montado para que a versão brasileira fizesse plena alusão aos dias atuais – a história do personagem principal fala de um mundo de outrora, mas com questões ainda pertinentes ao planeta atual. “A diversidade é o ponto central nesta versão contemporânea. Se em sua época ele poderia gerar controvérsias, é sabido que, amado ou odiado, verdadeiro ou mentiroso, Barnum levantou discussões calorosas”, afirma Barchilon. Afinal, o que é diferente? E por que não incluir e aceitar as diferenças?

Para além do pensar, Barnum – O Rei do Show é sobre se emocionar. Kiara Sasso dá vida à sua esposa, a poderosa Charity, mulher que fez os sonhos do marido possíveis e que confirma a velha máxima de que junto de um grande homem sempre existe uma grande mulher. Este o verdadeiro coração da história. 

PUBLICIDADE

Renata Ricci interpreta Jenny Lind, a contratada para uma turnê, que também é alvo de toda a atenção de Barnum – para o lamento de Charity. Já entre a trupe do circo, o destaque é a gaúcha Valéria Barcellos, uma mulher trans que encarna uma das atrações mais populares de Barnum: Joice Heth, conhecida em sua época como “a mulher mais velha do mundo”.

O musical circense promete repetir o sucesso de sua estreia na Broadway, há quatro décadas, com Jim Dale e Glenn Close, e que conquistou dez indicações ao Prêmio Tony (o Oscar do teatro americano). Entre outras versões, Barnun inspirou a edição cinematográfica, em 2017, com Hugh Jackman em seu elenco. 

A versão brasileira é financiada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura com patrocínio master da Porto Seguro.

PUBLICIDADE

EQUIPE CRIATIVA

Claudio Botelho (versão brasileira) – São dele as versões de musicais, como Les Misérables, O Fantasma da Ópera, My Fair Lady, Miss Saigon, West Side Story, Família Addams, A Bela e a Fera, Cinderella, o Musical e Chicago. É vencedor de diversos prêmios, entre eles Mambembe, APTR, Shell, Bibi Ferreira, APCA e a Medalha da Ordem do Mérito Cultural, do MinC.

Gustavo Barchilon (direção artística) – Integrante da equipe artística da Magic Mike no West End (Londres), tem passagens nas equipes de Möeller e Botelho, bem como o espetáculo Amaluna, do Cirque de Soleil.

PUBLICIDADE

Alonso Barros (coreografia/dir. de movimento) – No Brasil, foi coreógrafo de importantes musicais, como Despertar da Primavera, Pippin, Peter Pan, A Noviça Rebelde, Cinderella e Chaplin, e recebeu três troféus como Melhor Coreografia pelo prêmio Bibi Ferreira. Na Itália e Alemanha, foi o responsável pela coreografia de West Side Story. Em Viena, recebeu prêmio pelo musical The Last Five Years

FICHA TÉCNICA
Versão brasileira: Cláudio Botelho
Direção-geral: Gustavo Barchilon
Direção de produção: Thiago Hofman
Direção musical: Thiago Gimenes
Coreografia/ direção de movimento: Alonso Barros
Figurino: Fábio Namatame
Cenógrafo: Rogério Falcão
Iluminador: Maneco Quinderé
Design de som: Tocko Michelazzo
Visagismo: Dhiego Durso
Perucaria: Feliciano San Roman
Diretora residente: Vanessa Costa
Assistente de coreografia: Cecília Simões 
Tradução: Cláudia Costa
Adaptação: Gustavo Barchilon

SERVIÇO
Barnum – O Rei do Show
Quando:
5 e 6 de novembro | Sábado e Domingo
Horário: Sábado, às 20h30, e domingo, às 19h
Onde: Teatro do Sesi (Av. Assis Brasil, 8787)

PUBLICIDADE

INGRESSOS
Plateia baixa:
R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia-entrada)
Plateia alta: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia-entrada)
Mezanino: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia-entrada)
Preço popular: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia-entrada)
Desconto patrocinados: 30%
Ingressos antecipados: https://bileto.sympla.com.br/event/76854/d/159572/s/1058942

Vendas na bilheteria do teatro: 3 horas antes do início de cada sessão

Duração: 100 minutos

PUBLICIDADE

Assessoria de Imprensa:
Roberta Amaral

Fotos:
Van Brígido e Caio Galuci

PUBLICIDADE