Niviane – The Ruthless Divine (Um Metal por Dia)

Niviane – The Ruthless Divine

Completamente desconhecido do público brasileiro, o Niviane atualmente é um dos nomes ascendentes do cenário Heavy Metal norte-americano

O grupo, que está em atividade desde 2014, acabou de soltar o seu segundo trabalho de estúdio, chamado “The Ruthless Divine“, através da gravadora alemã Pure Steel Records. Executando um Power Metal potente e cheio de referências do heavy tradicional e do Speed Metal, Norman Skinner (vocal), Mark Miner e Gary Tarplee (guitarras), Rick Stallkamp (baixo), Aaron Robitsch (teclado) e Noe Luna (bateria) conseguiram fugir da maioria dos clichês do gênero para investir as suas fichas em uma sonoridade encorpada e diferenciada.

Mais experientes do que na época do debut “The Druid King” (2017), o sexteto da Califórnia está no caminho certo e poderá agradar aos fãs de Iced Earth, Sabaton, Dragonforce, Evergrey e Judas Priest. Com 11 composições extremamente pesadas e uma vontade absurda de conquistar o seu próprio espaço no concorrido cenário underground, o Niviane também prova que há uma porção de bandas novas mantendo o gênero vivo e vibrante.

Apesar de não ter um destaque absoluto, os melhores momentos do registro são as faixas “League of Shadows“, “Crown of Thorns“, “Dreams Crash Down“, “The Ruthless Divine“, “Fallen from Elysium“, “Sinking Ships” e “Like Lions“, que têm um contorno épico bastante interessante. driblando qualquer inexperiência e criando um repertório maduro, que foi produzido com bastante esmero, o grupo é uma das gratas surpresas sugeridas pelo Spotify ao Um Metal Por Dia.

Com menos de 400 ouvintes mensais na plataforma e poucos seguidores em todas as outras redes sociais, a banda – que já abriu para o Amon Amarth e para o Amorphis em sacramento, a sua cidade natal – ainda precisa ser descoberta massivamente pelos headbangers mundo afora.




Sobre o autor