Pride & Glory – Pride & Glory (Um Metal por Dia)

Pride & Glory – Pride & Glory

Zakk Wylde, que já era um guitarrista conhecido pelo seu trabalho com Ozzy Osbourne, criou o Pride & Glory em meados da década de 90

O grupo, que lançou um único álbum antes de encerrar precocemente as suas atividades, tinha uma sonoridade bastante calcada no Southern Rock, mas não deixava de explorar todas as possibilidades abertas pelo heavy metal tradicional.

Ao lado do baixista James Lomenzo (hoje no Megadeth) e do baterista Brian Tichy (Whitesnake e Lynch Mob), Zakk Wylde ficou encarregado também dos vocais e do piano. Produzido por Rick Parashar (Alice in Chains e Temple of The Dog) e distribuído mundialmente pela Geffen Records, o autointitulado “Pride & Glory” até chama a atenção por causa da sua abordagem bem radiofônica, mas se sobressai muito mais pelo seu instrumental super técnico, pela sua vibe alto-astral e pelos seus solos de guitarra maravilhosos.

Colecionando reviews extremamente positivos, o registro alcançou apenas q modesta 173ª posição dos charts da Billboard, agradando muito mais quem já era fã do guitarrista do que o grande público. As 14 canções do disco, além de muito bem lapidadas dentro do estúdio, mostraram toda a versatilidade de Zakk Wylde como compositor, já que ele assina sozinho todas as faixas do material.

Beirando o grunge do Pearl Jam em alguns momentos (“Harvester of Pain” e “The Chosen One”) e indo bastante na direção das baladas country (“Lovin’ Women” e “Machine Gun Man” são ótimas), “Pride & Glory” tem como destaque as envolventes “Losin’ Your Mind”, “Shine On”, “Troubled Wine” e “Toe’n the Line”.

Com 60 mil ouvintes mensais no Spotify, o Pride & Glory durou pouco tempo, mas o seu legado não pode ser ignorado. O que Zakk Wylde faz, independente do nome que leva a banda, é sempre muito bacana.




Sobre o autor