Nile – Those Whom The Gods Detest (Um Metal por Dia)

Nile – Those Whom The Gods Detest

Com uma carreira consolidada há quase três décadas, o Nile é um dos principais nomes da cena Death Metal norte-americana

Oo grupo, liderado pelo vocalista/guitarrista Karl Sanders, se tornou conhecido por explorar a temática egípcia nas suas letras, ao mesmo tempo que investe em uma sonoridade muito técnica e brutal.

O sexto trabalho de estúdio da banda, intitulado “Those Whom the Gods Detest”, chegou às lojas em 2009 e pode ser considerado uma das obras principais do quarteto. Com canções imponentes e que evidenciam toda a complexidade instrumental proposta pelo Nile, o registro foi produzido por Neil Kernon (Slayer e Cannibal Corpse) e teve um desempenho comercial muito acima da média, chegando ao top 200 geral da Billboard e colecionando reviews extremamente positivos mundo afora.

Se Sanders é inegavelmente a principal referência do grupo, a performance do baterista George Kollias, que havia ingressado no Nile cinco anos antes, é o que torna “Those Whom the Gods Detest” um disco ainda mais incrível. A agressividade típica do estilo, as referências étnicas e as nuances atmosféricas acabam são os três pilares do álbum, que também é marcado pelas suas melodias densas e pelos seus solos cortantes. Empolgante do início ao final, os melhores momentos do registro ficam por conta das faixas “Kafir!”, “Utterances of The Crawling Dead”, “Permitting the Noble Dead to Descend to The Underworld”, “The Eye of Ra” e “Iskander D’hul Karnon”, todas com um contorno épico e grandioso, que é justamente aquilo que diferencia o Nile dos demais representantes do gênero. “Those Whom the Gods Detest” foi relançado há pouco no brasil, numa versão capitaneada pela Shinigami Records em parceria com a Nuclear Blast South America.




Sobre o autor