Liquid Tension Experiment – LTE3 (Um Metal por Dia)

Liquid Tension Experiment – LTE3

a pandemia – e o consequentemente cancelamento de todos os shows que seriam realizados entre 2020 e 2021 – permitiu que muitas bandas se reunissem novamente, tanto para compor como para gravar

O Liquid Tension Experiment, que estava em um hiato criativo de quase duas décadas por conta do dia a dia atarefado dos seus quatro integrantes, aproveitou o tempo livre para juntar algumas ideias e acomodá-las em um novo álbum. tendo John Petrucci (guitarra) e Jordan Rudess (teclado) ao lado do antigo parceiro de Dream Theater Mike Portnoy (bateria) e do atual King Crimson Tony Levin (baixo), o supergrupo de metal progressivo instrumental criou aqui um álbum duplo muito técnico e cheio de detalhes rítmicos, que conquistou um lugar no top 200 da Billboard, com boas posições também nos charts da Alemanha, do Japão e da Suécia.

Se todos os envolvidos com o projeto dispensam qualquer apresentação, a banda tem um entrosamento tão afiado que só precisou de dois meses para dar vida ao repertório amplo e sofisticado de “Liquid Tension Experiment 3”, que conta com 13 faixas e quase duas horas de viagens sonoras. o grupo, que utilizou o estúdio particular do Dream Theater nessa empreitada, não abdicou da virtuose que os fãs esperavam.

Com solos mirabolantes conduzidos por Petrucci e Rudess, o Liquid Tension Experiment voltou aos holofotes com um material muito bem lapidado e cheio de texturas, que intercala momentos vibrantes – basta ouvir “Hypersonic”, “The Passage of Time” e “Key to The Imagination” – com outros mais cadenciados e introspectivos, presentes em “Rhapsody in Blue”, “Blink of An Eye” e “Solid Resolution Theory”.

Se a sua proposta não é algo acessível para a maioria dos headbangers, a banda seguiu o caminho da complexidade, com a mesma excelência de sempre, num disco que será reverenciado por todos os admiradores do estilo.




Sobre o autor