Artistas trans em foco na Casa de Cultura Mário Quintana

Pics Música e Cultura | Artistas trans em foco na Casa de Cultura Mário Quintana

Gustavo Deon e Luka Machado compõe a programação do Mês do Orgulho LGBTQIAP+

A Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), instituição da Secretaria da Cultura (Sedac), dá continuidade à programação do Mês do Orgulho LGBTQIAP+ com a abertura da exposição “E se: Um diálogo sobre como seria”. O projeto idealizado e criado pelos artistas e ativistas trans da causa Gustavo Deon e Luka Machado pode ser visitado a partir de sábado, 25 de junho, no 2º andar do Prédio Gasômetro da CCMQ (Andradas, 736 – Centro Histórico).

A mostra aborda a questão LGBTQIAP+ no contexto brasileiro, país extremamente violento contra essa população. Luka é travesti e compreende o projeto como manifesto e denúncia: “Buscamos furar a bolha com senso de oportunidade: é hoje, é aqui e é já – trazendo para perto uma realidade ignorada” – afirma a artista.

O manifesto reúne respostas ao questionamento: “O que mais machuca você enquanto pessoa LGBTQIAP+?“. Os resultados provocam sonhar com a utopia de como seria viver uma outra realidade, livre do preconceito e da discriminação, além de conduzir o público a refletir sobre sua posição diante do quadro para transformá-lo.

Para além da exposição, Luka será mediadora de um Sarau Artístico – organizado por Gustavo, que acontecerá no mesmo dia da abertura da exposição, onde sete artistas trans irão se reunir para refletir sobre suas vivências e experiências de ser, e se entender LGBTQIAP+. O evento, previsto para às 18h30, será no Quintana’s Bar (acesso pelo Mezanino do Prédio Gasômetro da CCMQ) e contará com textos autorais, performances e muita música. 

A intensa agenda de ações afirmativas organizadas pelo Núcleo Educativo da CCMQ para dar visibilidade aos direitos, à arte, à economia criativa e solidária da comunidade LGBTQIAP+ é realizada em parceria com outras instituições da Sedac, como a Cinemateca Paulo Amorim e o RS Criativo – programa estratégico do governo do Estado voltado ao fomento da economia criativa.

SERVIÇO:
Exposição: “E se: Um diálogo sobre como seria”
Quando: a partir de 25 de junho | sábado
Onde: 2º andar do Prédio Gasômetro (CCMQ – Andradas, 736 – Centro Histórico)
Visitação: diariamente, das 10h às 20h – entrada franca


Luka Machado
Travesti. Multi-artista: Artista visual, empreendedora, poetisa e pesquisadora de linguagens e visualidades anticoloniais. É ativista, criadora de conteúdo na internet e trabalha no desenvolvimento de projetos com foco no acolhimento e na visibilidade LGBTQIA+. Ao todo, produziu e desenvolveu 17 projetos aprovados em editais pelo Rio Grande do Sul durante a pandemia, suas mídias são portas de divulgação deles e sempre um convite a quem busca esse acesso com pessoas LGBTQIA+. Em 2021 produziu o filme “INTRANSITIVO: Um documentário sobre narrativas trans“.

Gustavo Deon
Transmasculino. Ator, diretor, professor e poeta, formado em Teatro – Licenciatura pela UERGS – Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. Ativista pelo coletivo CATS (Coletivo de Artistas Transmasculines). Seu trabalho evidencia uma vasta representatividade sobre Arte e Educação, fortalecendo a produção artística e a visibilidade trans no interior do RS. Tem desenvolvido diversos projetos com foco no acolhimento durante a pandemia, buscando fortalecer o trabalho de artistas LGBTQIA+. Criador de conteúdo para a internet com base em sua pesquisa sobre transgeneridade. Em 2021 produziu o filme “INTRANSITIVO: Um documentário sobre narrativas trans

Fotos:
Gabz 404 e Guilherme Birck

PUBLICIDADE