Light The Torch – You Will Be The Death Of Me (Um Metal por Dia)

Light The Torch – You Will Be The Death Of Me

O Light The Torch – conhecido anteriormente como Devil You Know – é a banda que Howard Jones formou assim que deixou o Killswitch Engage, por volta de 2010

O grupo, que executa um Metal Core violento e cheio de feeling, acabou de soltar o seu quarto trabalho de estúdio, intitulado “You Will Be the Death of Me”.

Distribuído no Brasil através da parceria entre a Nuclear Blast South America e a Shinigami Records, o registro foi produzido pela dupla Josh Gilbert e Joseph Mcqueen (Bullet for My Valentine e As I Lay Dying) e salienta a pegada contemporânea do quarteto norte-americano, que absorve algumas referências do rock alternativo na sua sonoridade bastante particular.

Se Jones é um frontman incrível, que consegue trazer raiva e melancolia sempre que as suas músicas demandam esses sentimentos tão díspares, os riffs encorpados de Francesco Artusato e a bateria precisa do recém-contratado Alex Rudinger deixam claro que o Light The Torch já encontrou o seu lugar, dentro de um estilo que experimentou muitas possibilidades e que tem os seus maiores representantes bem estabelecidos.

Com um repertório ágil e que pode surpreender os headbangers que esperavam mais agressividade e uma abordagem melódica menos atmosférica, “You Will Be the Death of Me” cumpre muito bem o seu papel, entregando um repertório bastante moderno, que não se prende apenas ao peso das guitarras e aos vocais guturais.

Let Me Fall Apart”, “End of The World”, “Wilting the Light”, “Living with A Ghost”, “Become the Martyr” e “Something Deep Inside” são os melhores momentos do material, que acertou ao fugir da simplicidade para arriscar algumas harmonias mais complexas e sofisticadas.

Se o Light the Torch ainda carece de um hit insuperável, a banda tem feito um trabalho bastante louvável, que aos poucos vai evidenciando as suas qualidades.




Sobre o autor