Gamabomb – Speed Between The Lines (Um Metal por Dia)

Gamabomb – Speed Between The Lines

Em atividade desde 2002, o Gama Bomb é uma das bandas mais legais que surgiram no cenário Thrash Metal recente

O grupo, originário da improvável Irlanda do Norte, era formado por Philly Byrne (vocal), Domo Dixon e John Roche (guitarras), Joe Mcguigan (baixo) e Paul Caffrey (bateria) quando “Speed Between the Lines” chegou às lojas, em 2018.

Gravado sob a supervisão do renomado produtor Scott Atkins, conhecido pelo seu trabalho ao lado dos principais nomes do Death Metal mundial, o registro consegue dar um direcionamento bastante contemporâneo às músicas da banda, mas sem abrir mão de uma aura totalmente old school.

Incorporando elementos do heavy metal tradicional à lá Judas Priest e do crossover/hardcore, o Gama Bomb criou aqui um repertório bastante direto e enérgico, exatamente como recomenda a cartilha do estilo. As 12 faixas de “Speed Between the Lines“, que juntas somam apenas meia hora, evidenciam um grupo dinâmico e pouco afeito aos experimentalismos. Com canções que variam entre dois e três minutos de duração, o disco é ríspido, homogêneo e investe todas as suas fichas nos riffs intensos de Dixon e Roche, nas melodias básicas ditadas pelo baixo de Mc Guigan e nos refrãos encorpados, brilhantemente interpretados por Byrne.

O destaque individual do Gama Bomb, entretanto, acaba sendo Caffrey, que abandou o grupo em janeiro do ano passado e que imprimia uma velocidade bem interessante com as baquetas. Entre as composições, “Give Me Leather“, “666ten“, “Rip U“, “Alt-Reich” e “We R Going 2 Eat U” se sobressaem às demais, porque conseguem manter o pique lá no alto o tempo inteiro.

Lançado no brasil pela gravadora Valhall Music, “Speed Between the Lines” pode não propor nada de novo ao thrash, mas cumpre a sua missão ao dar um toque de frescor àquilo que precisava se atualizar para conquistar novos admiradores.




Sobre o autor