Grupo Signatores, formado por atores surdos, estreia filme Romeu e Julieta em Libras no Festival da Cultura Inglesa

Clássico de Shakespeare ganha versão contemporânea pelo Grupo Signatores em LIBRAS. Filme poderá ser assistido on demand na programação do Festival da Cultura Inglesa, até o dia 4 de junho

Uma das peças mais populares de William Shakespeare, Romeu e Julieta ganha adaptação rara para o cinema em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Com elenco composto por atores surdos, a montagem audiovisual do Grupo Signatores foi selecionada para ter sua estreia no Cultura Inglesa Festival.

O filme poderá ser conferido gratuitamente, on demand, no site do festival abaixo até o dia 4 de junho.

O Grupo ainda participa de duas atividades pela programação do Festival. No dia 14 de maio, às 13h, ocorre uma conversa com Suzie Lark, com mediação de Péricles Silveira. E no dia 15 de maio,  também às 13h, haverá uma exibição comentada (ambas sessões com intérprete de Libras), com a presença do elenco de atores surdos, direção e membros da equipe.

PUBLICIDADE

Com 14 minutos de duração, o curta-metragem apresenta uma versão contemporânea dos conflitos vivenciados pela comunidade surda no Brasil. Durante as festas de carnaval, os acontecimentos são apresentados sob a ótica do programa de TV sensacionalista –  Verona Urgente. O amor dos jovens nasce em meio a uma realidade de ódio, rivalidade entre as gangues Capuletos e Montéquios e a exploração da violência pela mídia. E surgem os questionamentos: Qual é o papel da mídia e das redes sociais na incitação à propaganda e ao ódio cego? Como a violência impossibilita a realização do amor de dois jovens surdos? 

Com uma estética visual híbrida e poética, que transita entre o cinema e o teatro, o Grupo Signatores apresenta uma narrativa única e inovadora, voltada para todos os públicos a partir de 16 anos, encenada em Libras e com legendas em Português e Inglês.

CULTURA INGLESA FESTIVAL
O projeto foi selecionado em 2019, na categoria “Espetáculo Teatral”, no 24º Cultura Inglesa Festival, com estreia prevista para maio de 2020, que acabou não ocorrendo em função da pandemia. Neste período, o Grupo Signatores decidiu alterar o formato da montagem para o audiovisual e o roteiro foi completamente reformulado. As filmagens ocorreram em 2021, na sala de teatro Bruno Kiefer e na Casa de Cultura Mário Quintana (Porto Alegre/RS).

PUBLICIDADE

A direção é de Adriana Somacal, bem como a adaptação de roteiro em conjunto com Eduardo Ayres. A produção executiva é de Daniela Lopes e Eduardo Ayres. Gil Tuchtenhagen assina a direção de fotografia; e Valéria Verba, a direção de arte.

O projeto Shakespeare em Libras foi todo produzido para o audiovisual, um curta-metragem com uma adaptação contemporânea de Romeu e Julieta, promovendo o  protagonismo da comunidade surda, em Língua Brasileira de Sinais”, comenta Adriana Somacal.

ROMEU E JULIETA – ESTREIA 
FESTIVAL DA CULTURA INGLESA
De 4 de maio a 4 de junho de 2022
Exibição gratuita: https://culturainglesafestival.com.br
Duração: 14 min
Classificação: 16 anos

PUBLICIDADE

Conversa Signatores e Suzie Lark (mediação Péricles Silveira)
Data: 14/05 |Horário: 13h às 14h

Exibição comentada Romeu e Julieta
Data: 15/05 | Horário: 13h às 14h

GRUPO SIGNATORES
Formado em 2010, na cidade de Porto Alegre (RS), o Grupo Teatral Signatores surgiu do interesse comum dos seus participantes em investigar os processos de construção da linguagem artística própria da cultura surda. Na cultura surda, a expressão corporal vai além de uma forma de comunicação, ela faz parte da construção gramatical da língua dos surdos, a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). A possibilidade de experimentação na interface da utilização corporal da língua de sinais e da linguagem teatral foi o ponto de partida para a pesquisa do Signatores.

PUBLICIDADE

O Signatores tem como proposta incentivar a formação de docentes e pesquisadores na área teatral e aproximar jovens e adultos surdos dos palcos, investigando as possibilidades de criação artística dos surdos. Além da publicação de artigos científicos e participação em congressos nacionais, o Signatores oferece à comunidade aulas práticas no projeto Gestos que falam: diálogos entre teatro e educação. O projeto desenvolve um trabalho de experimentação em que os surdos são os principais autores da produção artística, num processo de constante diálogo e troca. 

O Signatores vem da junção das palavras “signo” e “atores”, o nome também é um trocadilho com as palavras “signatário” e “signatura”, havendo as duas palavras a origem em latim “signare” (aquele que assina); o ator que assina: o ator/autor é o seu próprio trabalho, um “signator”. 

Desde 2020, o Signatores migrou para a área do audiovisual. E segue com novas produções de curta-metragem e documentários bilíngues (Libras e Português), protagonizados pela comunidade surda. Com o curta-metragem híbrido “Romeu e Julieta (2022)“, uma produção em Língua Brasileira de Sinais, o curta-metragem “Entre Palhaços e Parafusos (2021)” e no documentário “Iyalodês: Diálogos sobre maternidade, surdez e negritude (2022)“, produção voltada a discutir a maternidade de mães surdas, pretas e de periferia.

PUBLICIDADE

ADRIANA SOMACAL – DIRETORA
Adriana de Moura Somacal – Diretora de artes cênicas e audiovisual. Doutoranda em Teatro pela Universidade de Santa Catarina (CEART/UDESC), Mestre e Licenciada em Teatro pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEDU/UFRGS). Professora de Teatro Bilíngue no Instituto Federal de Santa Catarina – Campus Palhoça Bilíngue (Língua Brasileira de Sinais/Língua Portuguesa). Dirigiu o curta-metragem híbrido “Romeu e Julieta (2022)“, uma produção em Língua Brasileira de Sinais desenvolvida a partir de sua pesquisa de doutorado sobre Shakespeare em Libras, na Universidade do Estado de Santa Catarina – CEART/UDESC. Atuou como diretora no curta-metragem “Entre Palhaços e Parafusos (2021)” e no documentário “Iyalodês: Diálogos sobre maternidade, surdez e negritude (2022)“, produção voltada a discutir a maternidade de mães surdas, pretas e de periferia. Atua há 12 anos como diretora de artes cênicas no Grupo Signatores, onde desenvolve uma pesquisa na área das artes cênicas e audiovisuais com surdos e as peças de teatro “Alice no País das Maravilhas” (2015), “O ensaio de Alice” (2013), “Memória na ponta dos dedos” (2012), “Aventuras no Reino Surdo” (2011).

FICHA TÉCNICA – ROMEU E JULIETA | SIGNATORES
Direção: Adriana Somacal
Baseado em “Romeu e Julieta” de William Shakespeare
Adaptação: Adriana Somacal, Eduardo Ayres
Produção: Eduardo Ayres
Produção Executiva: Daniela Lopes
1ª Assistência de Direção: Kiwi Bertola
Direção de Fotografia: Gil Tuchtenhagen
Direção de Arte: Valéria Verba

Elenco: 
Romeu Montéquio – Everton Cardoso
Julieta Capuleto – Brenda Artigas
Luis Carlos Príncipe – Umberto Vinícius
Mercúrio – Lucas Bourscheid
Teobaldo Capuleto – Darley Goulart
Ama – Simone Fontoura
Rachel Benvólio – Angela Eiko 
Bartolomeu – Luciano Abreu

PUBLICIDADE

Redes Sociais e Site Oficial:
Instagram: www.instagram.com/gruposignatores
Facebook: www.facebook.com/Grupo-Signatores-Teatro-com-surdos
YouTube: www.youtube.com/signatores
Site Oficial: www.signatores.com.br

Assessoria de Imprensa:
Raphaela Donaduce – Dona Flor Comunicação

PUBLICIDADE