Gamma Ray – Heading for Tomorrow (Um Metal por Dia)

Gamma Ray – Heading for Tomorrow

Kai Hansen, depois de deixar o Helloween, se juntou ao vocalista Ralf Scheppers para formar o Gamma Ray

A banda, que também segue a linha do powermetal, soltou o seu primeiro trabalho de estúdio, intitulado “Heading for Tomorrow”, em 1990. Já bastante conhecido depois do sucesso da dobradinha “Keeper of The Seven Keys” (1987 e 1988), Hansen teve uma certa facilidade para assinar com a gravadora germânica Noise Records antes mesmo do debut do grupo ficar pronto.

O guitarrista, que sempre se destacou como um compositor talentosíssimo, criou praticamente sozinho todo o repertório envolvente do álbum. Apostando as suas fichas em melodias alegrias e vibrantes, “Heading for Tomorrow” também incorpora um pouco do hardrock e do metal progressivo, chamando a atenção pelas suas composições diversificadas, de refrões marcantes e pelo seu alto-astral.

Scheppers, que vinha do desconhecido Tyran’ Pace, rapidamente se tornou uma das referências da banda, ao ponto de ser considerado um dos maiores vocalistas do heavy metal de todos os tempos. A versatilidade do frontman, que naquela época impressionava por parecer uma mistura de Rob Halford e Michael Kiske, conduz de maneira brilhante as faixas “Lust for Life”, “Heaven Can Wait”, “Space Eater” (talvez a maior prova de como Scheppers e Hansen tinham liga dentro do estúdio), “The Silence”, “Hold Your Ground” e a épica faixa-título, com quase 15 minutos de duração.

Além dessas, o material ainda ganhou bastante com a inclusão do cover “Look at Yourself” (uma das melhores canções do Uriah Heep) como faixa bônus. relançado em 2015 numa luxuosa edição de aniversário com muito conteúdo extra, “Heading for Tomorrow” deixa claro que o Gamma Ray estreou de forma magnífica, mas que perdeu um pouco do seu ímpeto e oscilou bastante já com os sucessores “Sigh No More” (1991) e “Insanity and Genius” (1993).




Sobre o autor