Richie Kotzen – 24 hours (Um Metal por Dia)

Richie Kotzen – 24 hours

Com passagens pelo Poison e pelo Mr. Big, o guitarrista Richie Kotzen tem também uma carreira solo de muito sucesso, que iniciou há bastante tempo, mais precisamente em 1989.

O guitarrista, que fez a sua fama tocando hard rock, é um instrumentista versátil e talentoso, que consegue enveredar com facilidade por diversos outros estilos, como o blues, o funk e a soul music.

O 19° trabalho da carreira individual de Richie Kotzen, nitidamente bastante prolífica, é um dos mais interessantes da sua discografia.

Longe das guitarras nervosas das suas ex-bandas, “24 Hours“, que chegou às lojas em 2011, é um registro sofisticado, maduro e bem construído, com um direcionamento bem mais blues do que Rock’n’Roll.

Cantando maravilhosamente bem e responsável pela gravação de todos os instrumentos, Richie Kotzen não se apegou a qualquer rótulo para compor um repertório consistente e de muito bom gosto.

Seguro da sua capacidade técnica e da sua criatividade, o guitarrista norte-americano só deixou a sua música fluir naturalmente, ao longo de 42 minutos.

Com um proposta mais centrada nos riffs, a faixa-título é o primeiro grande destaque do material.

Já num espectro mais suingado, “Help Me“, “OMG (What’s Your Name?)“, “Bad Situation” (disparada a melhor de todas), “Love Is Blind” e “Stop Me” também merecem a atenção, por conseguirem encaixar um piano ali, um violão acolá, de forma muito genial.

Sem grandes pretensões comerciais, “24 Hours” saiu por um selo pequeno, somente no exterior, e ainda está sendo descoberto pelos fãs, aos poucos, nas plataformas de streaming.





Sobre o autor