Jamile, a voz do jazz de NY, lança single com o guitarrista Tony Davis

Em julho, a gaúcha de 26 anos apresenta o segundo disco da carreira “Daring Two Be”

Gaúcha de Cachoeira do Sul, radicada em Nova Iorque, Jamile e o guitarrista americano Tony Davis acabam de lançar “Never Will I Marry” (Eu nunca vou me casar), o primeiro single de seu próximo LP “Daring Two Be”, previsto para 8 de julho. Até lá, a cantora também trabalha em duas músicas, que chegam às plataformas digitais nos dias 15 de abril e 27 de maio.

Never Will I Marry” é um tango sônico neste revival íntimo e dramático. “Há tantas maneiras de viver a vida e de ser feliz e procurar felicidade. Não precisa ser igual para todos, podemos amar muitas pessoas ao mesmo tempo, assim como podemos estar com uma pessoa a vida inteira”, diz a gaúcha.

Nós dois temos esse tipo de espírito livre. Esse conceito de não conformidade se traduz em como todos os nossos arranjos surgiram”, acrescenta Davis.

PUBLICIDADE

A VOZ DO JAZZ
Em 2019, Jamile juntou suas duas paixões em seu primeiro álbum, “If You Could See Me Now”, com uma banda de gigantes de NY: Steve Wilson (saxofone alto), Ray Gallon (piano), Jay Leonhart (baixo) e Vito Lesczak (bateria).

Em meio às sonoridades típicas do formato norte-americano do jazz, há espaço para toques de brasilidade, como nas faixas Luiza (Tom Jobim), O Pato (João Gilberto) e em Jobim, escrita pelo produtor e pianista Antonio Ciacca, em homenagem ao lendário compositor brasileiro.

Mesmo cantando desde os quatro anos, foi na voz de Aretha Franklin que Jamile encontrou a trilha para o jazz. “Eu tentava imitar o que ela cantava e comecei a aprender algumas técnicas. A partir daí, fui para o jazz e nunca mais voltei“, conta.

PUBLICIDADE

Depois de cursar a faculdade de Música na UFRGS, em 2017 Jamile foi fazer mestrado em Jazz, na City College de Nova Iorque. Após se formar, começou a cantar nos bares da cidade que nunca dorme. Em uma das vezes, no Arturo’s (Manhattan), estava o ator e apresentador Jimmy Fallon, que só não se encantou pela voz da gaúcha, como subiu ao palco para um dueto. Aos 26 anos, ela também já se apresentou em alguns dos mais renomados clubes de jazz do mundo, como Smalls Jazz Club, Jazz At Lincoln Center, MezzrowBirdland.

Assessoria de Imprensa:
Roberta Amaral

Foto:
Vinicius Carvalho

PUBLICIDADE