Black Stone Cherry – Between The Devil & The Deep Blue Sea (Um Metal por Dia)

Black Stone Cherry – Between The Devil & The Deep Blue Sea

Aliando referências do hard rock, do heavy metal e do southern rock, o Black Stone Cherry está em atividade desde 2001 e já possui sete trabalhos de estúdio.

Produzido pelo multipremiado Howard Benson, “Between The Devil & The Deep Blue Sea” chegou às lojas em 2011, via Road Runner Records, e conta com um invejável conjunto de 15 composições diretas e vigorosas.

O registro – terceiro da discografia do quarteto norte-americano – é bastante consistente e reúne alguns dos maiores hits da banda. Com uma sonoridade moderna, mas com as suas raízes fincadas na década de 70, o Black Stone Cherry chegou aqui a uma fórmula musical muito efetiva.

Sem abrir mão dos riffs pesados ao mesmo que deixa claro as suas pretensões radiofônicas, o grupo esbanja refrãos fortes, melodias grudentas e uma performance cheia de brilho do vocalista/guitarrista Chris Robertson, provavelmente a maior estrela da trupe.

Repleto de participações especiais, da voz de Lzzy Hale (Halestorm) em algumas faixas à contribuição de John5 e Bob Marlette (Lynyrd Skynyrd) na hora de escrever outras composições, o disco transcorre muito bem ao longo dos seus 50 minutos de duração.

White Trash Millionaire“, “In My Blood“, “Such A Shame“, “Blame It On The Boom Boom” e “Change“, todas ligeiras na linha dos três minutos, são os melhores momentos do repertório, que varia bastante entre composições rápidas e outras mais cadenciadas.

Sem frescura, “Between The Devil & The Deep Blue Sea” acerta por seguir um caminho tradicional e básico, longe das invenciones.





Sobre o autor