Dynazty – The Dark Delight (Um Metal por Dia)

Dynazty – The Dark Delight

Com uma sonoridade bastante abrangente, o Dynazty é uma das bandas de maior destaque do atual cenário da música pesada da Suécia.

O grupo, que iniciou a sua trajetória há pouco mais de uma década, soltou em 2020 o seu sétimo trabalho de estúdio, intitulado “The Dark Delight“.

Trazendo o vocalista do Amaranthe Nils Molin ao lado dos guitarristas Love Magnusson e Mikael Láver, do baixista Jonathan Olsson e do baterista George Egg, o Dynazty tenta não se prender aos rótulos, ao incorporar diversas referências do hard rock, do power metal e do rock progressivo.

A vibe típica da década de 80, a versatilidade dos seus integrantes e a maturidade de todas as 13 faixas do registro só evidenciam como a banda tem uma pegada radiofônica, ao mesmo tempo que busca dar um toque sinfônico e grandioso às suas composições.

Produzido pelo experiente Jacob Hansen, “The Dark Delight” é enérgico, melodicamente inspirado e ainda permite que Nils Molin mostre toda a sua destreza como intérprete, comprovando porque é um dos melhores cantores da atualidade.

Com uma proposta artística bem amarrada, o álbum também impressona por ser bastante homogêneo – mesmo que transite por tantos caminhos diferentes – e repleto de canções grudentas, para se ouvir em looping.

As contagiantes “Presence Of Mind“, “Paradise Of The Architect“, “The Black“, “From Sound To Silence“, “Heartless Madness“, “The Man And The Elements” e “The Shoulder Devil” são os principais destaques do material, que tem um pique impressionante e que transita entre o clássico e o contemporâneo com muita facilidade.

The Dark Delight” foi lançado no brasil através da parceria da AFM Records e da Valhall Music.





Sobre o autor