Ashbürn – You Can Not Kill What Can Never Die (Um Metal por Dia)

Ashbürn – You Can Not Kill What Can Never Die

Na estrada desde 2013, os capixabas do Ashbürn acabaram de lançar o seu álbum de estreia, chamado “You Can Not Kill What Can Never Die“.

Já disponível nas plataformas de streaming, o registro foi produzido por Thiago Bianchi e conta com dez composições. Transitando entre o power metal e o heavy tradicional, o disco é marcado por boas melodias, refrãos fortes e músicas bem diversificadas entre si.

Capitain Proudmore“, “Pyre Of Gods“, “Forevermore“, e “Break The Silence“, todas com um trabalho extremamente consistente da dupla de guitarristas Gabriel Monteiro e Raquel Andreatta, são alguns dos destaques do álbum, que tem um pique bem interessante, do início ao final.

Nem sempre apostando na velocidade, o Ashbürn também consegue acrescentar uma certa dose de personalidade no repertório de “You Can Not Kill What Can Never Die” – “XXI (I’m Not A Dreamer)” e “Win And Die“, por exemplo, são duas canções bem pesadas, que funcionam muitíssimo bem e que não ficam presas às fórmulas do gênero.

Cansado de sempre ouvir as mesmas bandas?! pode apostar no Ashbürn sem medo.





Sobre o autor