Manowar – Fighting The World (Um Metal por Dia)

Manowar – Fighting The World

Apesar de estar entre os principais nomes do heavy metal mundial, o Manowar é uma banda que não soube evoluir com o passar do tempo.

Preso na sua própria arrogância e naquilo que chama de “True Metal“, o grupo se apegou demais aos estereótipos do gênero e se tornou uma caricatura de si mesmo, em pleno século 21.

Deixando tudo isso de lado, o Manowar precisa ser reconhecido pela sua grande contribuição ao som pesado, sobretudo com os seus seis discos que foram lançados na década de 80.

De 1987, “Fighting The World” talvez seja o material que o vocalista Eric Adams, o baixista Joey DeMaio, o guitarrista Ross Friedman e o baterista Scott Columbus fizeram de mais representativo.

Lançado pela Atlantic Records e distribuído mundialmente pela Warner Records, o quinto trabalho de estúdio dos norte-americanos transita entre o heavy tradicional, o hard rock e power metal, em nove composições que, sem exceção, reúnem as mesmas características – peso, velocidade, melodia e refrãos fortes.

Diversificado e com um viés até que bastante comercial, “Fighting The World” é um álbum direto, de pouco mais de meia hora de duração, mas que chama a atenção pelas suas canções extremamente pegajosas.

A pesada “Fighting The World“, a hard rocker “Blow Your Speakers” e a balada “Carry On” são alguns dos destaques da obra, que encerra com um dos maiores composições de toda a carreira do grupo, a épica e imponente “Black Wind, Fire And Steel“.

Primeiro álbum de heavy metal a ser gravado e finalizado em um sistema totalmente digital, “Fighting The World” é um dos últimos momentos de genuína inspiração da banda, que depois de “Kings Of Metal“, de 1988, diminuiu consideravelmente o seu ritmo criativo.

Para você dimensionar, o último álbum de inéditas do Manowar foi lançado em 2012, quase uma década atrás.





Sobre o autor