Exposição de Mauro Fuke é prorrogada até fevereiro de 2022 no Instituto Ling

Mostra individual O Rio, a Nuvem, o Arquipélago e a Árvore reúne quatro trabalhos em madeira do escultor gaúcho e um vídeo-conceito que mostra o dia a dia do artista em seu ateliê

Instalada na galeria do Instituto Ling desde outubro, a mostra individual O Rio, a Nuvem, o Arquipélago e a Árvore, do escultor gaúcho Mauro Fuke, teve sua permanência prorrogada e poderá ser visitada até o dia 12 de fevereiro na capital gaúcha.

A exposição, que tem curadoria de Neiva Bohns, reúne quatro obras em madeira construídas com raciocínio matemático e pode ser conferida com entrada franca de segunda a sábado, das 10h30 às 20h. Há ainda a possibilidade de visitas com mediação nas sextas e sábados, às 16h e 18h, mediante agendamento gratuito no site www.institutoling.org.br.

Além das esculturas de Fuke, a exibição conta com um vídeo-conceito que acompanha a rotina do artista em seu estúdio, em Eldorado do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre. Intitulada Gesto Invisível, a produção assinada pelo cineasta Caio Amon foi filmada em setembro deste ano, observando um dia de trabalho do escultor e seus processos de concepção e construção das obras.

PUBLICIDADE

Antes ou após fazer a visita, o público também pode conferir gratuitamente, no canal do YouTube do Instituto Ling, o mini documentário sobre a exposição, com direção de Caio Amon e fotografia de Maurício Casiraghi, além de um bate-papo entre o artista, a curadora e o cineasta com análises sobre as obras e detalhes sobre a concepção da mostra.
 
Sobre o artista
Mauro Fuke
 nasceu em Porto Alegre, no ano de 1961, e se formou no Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Escultor, trabalha principalmente com madeira. Participou da exposição Como Vai Você Geração 80 e dos Panoramas de Arte no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP), sendo premiado no ano de 1988. Realizou diversas exposições pelo Brasil, participou de duas Bienais do Mercosul (1999 e 2005) e executou diversas obras públicas, em locais como a Unicamp (Praça das Bandeiras) e o Aeroporto Salgado Filho.
 
Sobre a curadora
Historiadora, curadora e crítica de Artes Visuais, Neiva Maria Fonseca Bohns nasceu em Pelotas, em 1961. É professora e pesquisadora na área de Arte Contemporânea no Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), membro do Comitê Brasileiro de História da Arte (CBHA), da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) e do Comitê de Curadoria e Acervo do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (MACRS), além de atuar como diretora cultural da Fundação Vera Chaves Barcellos (FVCB).
 
Ações de prevenção e combate ao coronavírus
Para garantir a segurança do público, o Instituto Ling está limitando o número de visitantes, exigindo o uso correto da máscara (e fornecendo o item se os clientes precisarem), disponibilizando álcool gel, medindo a temperatura corporal na entrada e estabelecendo distanciamento. O guia completo que detalha os cuidados da instituição pode ser conferido em https://institutoling.org.br.
 
A exposição tem realização do Instituto Ling e Ministério do Turismo / Governo Federal, com patrocínio de Crown Embalagens Fitesa.
 
SERVIÇO
Exposição: O Rio, a Nuvem, o Arquipélago e a Árvore
Artista:
Mauro Fuke
Curadoria:
Neiva Bohns
Período de visitação:
até 12 de fevereiro de 2022
Visitas sem mediação:
livres, de segunda a sábado, das 10h30 às 20h
Horários com mediação:
sextas e sábados, às 16h e 18h, mediante agendamento prévio no site www.institutoling.org.br
Local:
Galeria do Instituto Ling (Rua João Caetano, 440 – Três Figueiras – Porto Alegre/RS)

Entrada franca

Agendamento para grupos e escolas: solicitações pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (51) 3533-5700
 
Informações úteis
institutoling.org.br
www.facebook.com/InstitutoLing
www.instagram.com/Instituto.Ling
twitter.com/@InstitutoLing
Fone: 51 3533-5700
Email: [email protected]

Estacionamento: o Instituto Ling possui estacionamento com 40 vagas.

Bicicletários: há bicicletários gratuitos em dois pontos: um localizado dentro do estacionamento e outro na parte externa do prédio, com 32 vagas.
 
Acessibilidade: o prédio do Instituto Ling foi projetado para propiciar comodidade e autonomia aos portadores de deficiência, além de oferecer excelente conforto térmico e acústico. O Instituto Ling possui o Selo de Acessibilidade da Prefeitura de Porto Alegre, conforme o Decreto nº 15.752 de 5 de dezembro de 2007, que atesta o atendimento da instituição às pessoas com diferentes características antropométricas e sensoriais, de forma autônoma, segura e confortável. O centro cultural oferece também a possibilidade de contratação de um intérprete de Libras, além do acesso à audiodescrição do acervo de artes visuais, dos espaços do prédio e paisagismo. Todo material de audiodescrição se encontra disponível em tablets fornecidos pelo Instituto Ling.

PUBLICIDADE

Assessoria de Imprensa:
Jéssica Barcellos Comunicação

Fotos:
VivaFoto

PUBLICIDADE