Lacuna Coil – Shallow Life (Um Metal por Dia)

Lacuna Coil – Shallow Life

O Lacuna Coil, que por muito tempo esteve entre os principais representantes do gothic metal, aos poucos foi mudando a sua sonoridade, para algo mais próximo do metal alternativo, numa clara tentativa de conquistar o mercado norte-americano de vez.

O grupo italiano, que havia lançado quatro discos até 2008, estabeleceu um ponto de virada na sua carreira no ano seguinte, com “Shallow Life“.

Criticado pelos fãs mais puristas, o quinto trabalho de estúdio da banda, apesar do seu viés mais comercial, atingiu as expectativas, vendendo mais de 75 mil cópias nos Estados Unidos e alcançando a 16ª posição nos charts da Billboard.

Com uma sonoridade mais direta e menos atmosférica, o álbum não tem a pretensão de revisitar o passado glorioso do Lacuna Coil, mas sim de colocá-lo entre os maiores nomes do metal contemporâneo.

Com riffs vistosos, refrão e melodias pegajosas, a inclusão de alguns elementos eletrônicos foi a única característica que pareceu se repetir aqui, numa comparação com os materiais anteriores.

Todas as 12 faixas de “Shallow Life“, apesar de girarem em torno de três minutos de duração, parecem ter força suficiente para marcarem presença no repertório, em que os vocalistas Andrea Ferro e Cristina Scabbia são, inegavelmente, as maiores estrelas.

A pesada “Survive“, assim como as acessíveis “Not Enough“, “I’m Not Afraid” e “Spellbound” são alguns dos destaques do registro.

O ponto mais alto do disco, porém, é a faixa “I Won’t Tell You“, uma candidata a superhit do grupo.

Feito para consumo rápido, “Shallow Life” precisa ser analisado em um contexto diferente dos complexos “Unleashed Memories” e “Comalies“.

As boas ideias não faltaram ao Lacuna Coil, que se reinventou e ainda conseguiu manter a sua essência.





Sobre o autor