Destinia – Metal Souls (Um Metal por Dia)

Destinia – Metal Souls

O Destinia é uma banda que conheci há pouco tempo, no perfil @powermetalforever (podem segui-lo aí!).

O grupo japonês de metal melódico, capitaneado pelo guitarrista Nozomu Wakai, está em atividade desde 2014 e já lançou três trabalhos de estúdio até o momento.

O disco mais legal da banda, sem sombra se dúvidas, é o recente “Metal Souls“, que chegou ao streaming em 2018. Além de Nozomu Wakai, que é um exímio instrumentista, o registro contou com a brilhante contribuição de um supertime de músicos, formado pelo vocalista Ronnie Romero (Rainbow), pelo baixista Marco Mendoza (ex-The Dead Daisies) e pelo baterista Tommy Aldridge (Whitesnake).

Explorando todas as possibilidades do Power Metal, seja com elementos do Hard Rock ou do Metal Sinfônico, o Destinia criou aqui uma obra cheia de energia, com 10 canções bastante fortes e intensas.

Ao contrário do que muitos poderiam esperar, “Metal Souls” não é um álbum que foi elaborado em torno de solos extensos e mirabolantes, de um Guitar Hero Nato.

O que se tem aqui, na realidade, é um conjunto de composições quase sempre diretas, que não se estendem para além dos cinco minutos de duração, e que deixam Ronnie Romero mostrar todo o seu talento, em uma performance verdadeiramente acima da média.

Com refrãos gordos, o repertório de “Metal Souls” trilha pelo caminho da segurança, às vezes até da repetição. Os destaques do disco são as faixas “Metal Souls“, “Rain“, “Promised Land“, “Take Me Home” e “Judgement Day“.

No Spotify, o Destinia tem pouquíssimos ouvintes mensais.

Vale muito a pena conhecer!





Sobre o autor