Depois do sucesso de “A nossa Dor”, por Glau Barros, o selo MUNDOTEMPO lança Transradioativa, com Valéria Barcellos e Cristal, dia 03 de dezembro

Ambas as músicas integram o projeto A Voz Suprema do Samba é a Liberdade, um álbum que será lançado em 2022 onde o samba dialoga com outros gêneros contemporâneos

“Transradioativa”, interpretada por Valéria Barcellos, com participação da rapper Cristal, terá lançamento dia 03 de dezembro nas redes e plataformas digitais. Este é o segundo lançamento do projeto “A voz suprema do samba é a liberdade”, álbum de música autoral, interpretado por artistas negras e LGBTQIA+.

Assim como “A nossa dor”, o primeiro single do álbum, interpretado por Glau Barros, “Transradioativa” também será lançado com clipe no YouTube. Permeando esse projeto tão bonito quanto importante, está o samba como referencial sonoro e rítmico e o diálogo com outros gêneros contemporâneos. A música, inspirada no livro homônimo de Valéria Barcellos, cantora, atriz, DJ, performer, escritora e artista plástica, fala, principalmente, de superação e de afirmação de identidade através da arte, sobretudo, do ato de cantar.

PUBLICIDADE

Por fim, “Transradioativa”, de Edison Guerreiro, Cristal, Leo Bracht e da própria intérprete, como o projeto num todo, tematiza a multiplicidade cultural e as mazelas sofridas pelas minorias sociais, principalmente pelas mulheres negras e a população LGBTQIA+, dada a vulnerabilidade social a que estão expostas.

Valéria Barcellos é uma multiartista. Além do canto, trabalha com fotografia, vídeo e performance. Como escritora, lançou recentemente o livro “Transradioativa”. É integrante do Conselho Curador do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (MAC/RS). Em Janeiro de 2020 foi convidada para curadoria da intervenção cultural Entre sem (nos) Bater! – visibilidade TRANS no MACRS evento que também contou com sua exposição fotográfica intitulada Com que roupa eu NÃO devo ir?. Enquanto cantora, viajou o Brasil e o mundo com suas apresentações que são recheadas de bom humor, raciocínio rápido e claro, uma impressionante potência vocal e performance. Ela é a vontade humana de dar vez e voz as mulheres pretas e trans.

Cristal, com sua trajetória na arte iniciada nas rodas de poesias em 2017, estreou sua carreira no rap em 2019 com o single Rude Girl, e logo após Ashley Banks, hit que abriu portas para a artista trabalhar com o fenômeno Djonga na música Deus Dará. Depois de ter lançado singles como $incera e Joia Rara, com seu parceiro e produtor musical MDN Beatz, a rapper lançou em julho desse ano seu primeiro EP, intitulado Quartzo.

PUBLICIDADE

Ficha técnica TRANSRADIOATIVA
Música: Edison Guerreiro
Letra: Edison Guerreiro/Cristal/Valéria Barcellos/Leo Bracht
Intérprete: Valéria Barcellos
Participação especial (voz): Cristal
Produção: MUNDODETEMPO
Direção musical e artística: Edison Guerreiro
Produção musical e arranjos: Leo Bracht e Jefferson Marx

Músicos:
Leo Bracht: baixo 808, Beats, arranjo de cordas, efeitos especiais
Jefferson Marx: arranjo de cordas, guitarras e violão nylon
Pietro Nogueira: guitarra solo
Izandra Machado: violino
Max Garcia: violão 7
Tuti Rodrigues: Pandeiro, tamborins e repinique
Igor keveen: tamborins, malacacheta
Yago Lima: tamborins

Gravação: Leo Bracht e Leo Silveira, no Estúdio @transcendentalaudio – Porto Alegre
Mixagem: Leo Bracht @transcendentalaudio – Porto Alegre
Masterização: Leo Bracht @transcendentalaudio – Porto Alegre
Audiovisual: Reverber Produtora
Direção: Mirza Reverbel
Direção de fotografia: Rodrigo Alencastro
Fotos: Alex Ramirez
Make: Hanny Barcellos
Figurinos: Antonio Rabàdan

PUBLICIDADE

TRANSRADIOATIVA – segundo single e clipe do projeto “A voz suprema do samba é a liberdade
Dia 03 de dezembro nas plataformas digitais e youtube

Acompanhe nas redes sociais e no site do projeto:
https://www.facebook.com/projetomundodetempo
https://www.instagram.com/mundodetempo/
http://www.mundodetempo.com.br

Assessoria de Imprensa:
Bebê Baumgarten Comunicação

PUBLICIDADE

Fotos:
Alex Ramirez

PUBLICIDADE