Poa Jazz Festival acontece neste sábado, 06/11, em formato híbrido, no Instituto Ling

Das 10h às 22h, o centro cultural receberá apresentações do grupo norte-americano “Delvon Lamarr Organ Trio”, do pianista nova-iorquino “Cliff Korman”, do violonista brasiliense “Lula Galvão” e dos projetos gaúchos “Barlavento Quarteto de Saxofones”, “Quinteto Canjerana” e “Fechado para Balanço”.

Após um ano de interrupção por conta da pandemia, o Poa Jazz Festival volta a ser realizado neste sábado, dia 6 de novembro. Em sua sexta edição, o evento acontecerá em formato híbrido, com seis shows e dois workshops musicais realizados no Instituto Ling, das 10h às 22h.
 
Do exterior, estão confirmados o grupo norte-americano Delvon Lamarr Organ Trio, com seu jazz-soul tocado no órgão Hammond, no estilo dos anos 60, e o nova-iorquino Cliff Korman, pianista, educador e pesquisador de música brasileira e improvisação. As atrações nacionais são o violonista brasiliense Lula Galvão e três projetos gaúchos: a união de ritmos latinos do Barlavento Quarteto de Saxofones, a mistura de nativismo e música de câmara do Quinteto Canjerana e o duo Fechado para Balanço, com o guitarrista Edilson Ávila e o pianista Luiz Mauro Filho tocando temas próprios e standards do jazz.
 
As apresentações poderão ser acompanhadas em pequenas plateias no centro cultural ou virtualmente, em transmissão ao vivo. Para o formato presencial, restam poucos ingressos à venda em www.institutoling.org.br e na recepção do Instituto Ling. Os tickets podem ser adquiridos separadamente para cada show, com preços de R$ 30 a R$ 50. Os passaportes para toda a programação já estão esgotados. Para assistir às apresentações online, a inscrição é gratuita, no site do centro cultural (confira o serviço completo abaixo).
 
Festival também terá oficinas gratuitas para músicos
Assim como nas últimas edições, o Poa Jazz Festival também promoverá dois workshops gratuitos, oferecidos a profissionais e estudantes de música. O primeiro será ministrado pelo instrumentista, professor e pesquisador da guitarra brasileira Zoca Jungs, do Quinteto Canjerana. Intitulado Desenvolvimento de Repertório, o encontro abordará o estudo, a formação e ampliação de repertório. Já a oficina Piano Solo na Música Popular: Construir caminhos para a criatividade fluir terá condução do pianista americano fluente em português Cliff Korman mostrando ferramentas e técnicas para transformar uma melodia cifrada em arranjo e improvisação para piano solo. As inscrições já estão esgotadas.
 
Confira os horários e os detalhes das apresentações da sexta edição
 
11h – Barlavento Quarteto de Saxofones (RS)
Formado por Renato dos Santos (sax barítono e direção musical), Gustavo Muller (sax soprano), Amauri Iablonovski (sax alto) e Marcos André Anschau (sax tenor), o grupo que nasceu em 2005 apresenta uma proposta estética que mescla ritmos brasileiros, portenhos e caribenhos ao jazz. Seu repertório, composto em grande parte por arranjos feitos exclusivamente pelos músicos, inclui obras autorais e de nomes como Hermeto Pascoal, Pixinguinha, Tom Jobim, Ary Barroso, Astor Piazzolla, Carlos Gardel, George Gershwin e Duke Ellington.
 
15h – Quinteto Canjerana (RS)
Criado em 2012 pelos músicos Fernando Graciola (violão), Zoca Jungs (guitarra e viola), Mauricio Horn (acordeon), Tiago Ferrari Daiello (contrabaixo) e Mauricio “Lito” Malaggi (bateria), o quinteto compõe e executa temas instrumentais de cunho nativista gaúcho, aliados a arranjos autorais trazidos da música de câmara. O conceito foi batizado pelo grupo de “Música Gaúcha Contemporânea”.
 
16h30 – Fechado para Balanço (RS)
Com temas próprios e standards do jazz e da música brasileira, o projeto reúne dois grandes instrumentistas gaúchos: o pianista Luiz Mauro Filho, premiado duas vezes no III Festival do Choro de Porto Alegre (1993) e também no primeiro festival de música instrumental da Moenda da Canção (2011); e o guitarrista Edílson Ávila, que tem carreira nacional e internacional, com graduação em Los Angeles, no Musicians Institute.
 
18h – Lula Galvão (DF)
Um dos principais nomes do violão brasileiro, Lula Galvão subirá ao palco do Poa Jazz Festival acompanhado por Rodrigo Villas (contrabaixo) e Márcio Bahia (bateria). O músico nascido em Brasília já atuou ao lado de grandes artistas, como Caetano Veloso, Ivan Lins, Hamilton de Holanda, Ron Carter, Kenny Barron, Kenny Rankin, Chico Buarque, Nana Caymmi, Gal Costa e Beth Carvalho. Entre seus CDs lançados estão Rosa Passos e Lula Galvão – Letra & Música Ary Barroso (1997), Bossa da minha Terra (2009) e Alegria de Viver (2019).
 
19h30 – Cliff Korman (EUA)
Acompanhado por Augusto Mattoso (contrabaixo) e Márcio Bahia (bateria), Cliff Korman apresentará músicas próprias e standards do jazz e da MBP na sexta edição do festival. O pianista norte-americano estudou em Nova Iorque, sua cidade natal e, atualmente, ministra diferentes disciplinas de música na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem participado e desenvolvido numerosos projetos envolvendo artistas brasileiros e norte-americanos. Entre suas gravações, destacam-se Mood Ingênuo, o sonho de Pixinguinha e Duke Ellington (1999) e Trains of Thought (2014). Como produtor e diretor musical realizou as gravações Entre Amigos, com Rosa Passos e Ron Carter; The Feeling’s Back, com Chuck Mangione; Blue Bossa, de Ana Caram; e I Thought About You, com a cantora Christy Baron.
 
21h – Delvon Lamarr Organ Trio (EUA)
O grupo, também conhecido simplesmente por DLO3, é liderado pelo organista Delvon Lamarr, virtuoso músico autodidata com talento para criar o seu próprio jazz e com habilidade para tocar uma série de instrumentos. Juntam-se a ele o dínamo Jimmy James na guitarra e a explosão do baterista Don Weiss. O trio, que já esteve duas vezes na parada de álbuns da Billboard, tem se apresentado em diversas cidades do exterior e já tocou no Upstream Music Festival, transmitido pela KEXP, com mais de 7 milhões de visualizações.
 
Sobre o Poa Jazz Festival
O Poa Jazz Festival teve sua primeira edição em outubro de 2014. Em sua trajetória, reuniu alguns dos mais importantes músicos e grupos em atividade da cena instrumental, como John Surman, Ralph Towner, Rudresh Mahanthappa, Paquito D’Rivera, Mauricio Einhorn, Gilson Peranzzetta, Pau Brasil, Raiz de Pedra, Trio Corrente, Paulo Bellinati e Marco Pereira. Em 2017 e em 2019, foi reconhecido como o Melhor Festival de Música do Brasil, no Prêmio Profissionais da Música. A sexta edição do festival é uma realização do Instituto Ling, Ministério do Turismo, Branco Produções e Fly Áudio, com patrocínio de Crown Embalagens e Fitesa e apoio de Bistek Supermercados e Agraz.
 
Ações de prevenção e combate ao coronavírus
Para o formato presencial, foram disponibilizados apenas 40 lugares para os shows no Salão de Eventos do Instituto Ling e 10 lugares no auditório para os workshops, seguindo rígidos protocolos sanitários, como o uso correto da máscara, distanciamento e apresentação de comprovante de vacinação, de acordo com o calendário de vacinação estadual. O guia completo do centro cultural, que detalha os cuidados de prevenção e combate ao coronavírus, pode ser conferido em https://institutoling.org.br.

SERVIÇO – PROGRAMAÇÃO HÍBRIDA – MÚSICA
Poa Jazz Festival – 6ª edição
Dia 6 de novembro, sábado, das 10h às 22h
Em plataforma digital e no Instituto Ling (Rua João Caetano, 440 – Três Figueiras – Porto Alegre/RS)

Programação
10h – Workshop com Zoca Jungs (RS)
11h – Show com Barlavento Quarteto de Saxofones (RS)
13h30 – Workshop com Cliff Korman (EUA)
15h – Show com Quinteto Canjerana (RS)
16h30 – Show com duo Fechado para Balanço (RS)
18h – Show com Lula Galvão (DF)
19h30 – Show com Cliff Korman (EUA)
21h – Show com Delvon Lamarr Organ Trio (EUA)

Ingressos para os shows
Plateia presencial Barlavento Quarteto de Saxofones: R$ 15 meia-entrada e R$ 30 inteiro
Plateia presencial Quinteto Canjerana: R$ 15 meia-entrada e R$ 30 inteiro
Plateia presencial Fechado para Balanço: R$ 15 meia-entrada e R$ 30 inteiro
Plateia presencial Lula Galvão: R$ 25 meia-entrada e R$ 50 inteiro
Plateia presencial Cliff Korman: R$ 25 meia-entrada e R$ 50 inteiro – ESGOTADO
Plateia presencial Delvon Lamarr Organ Trio: R$ 25 meia-entrada e R$ 50 inteiro – ESGOTADO
Passaporte presencial para todos os shows: valor único de R$ 150,00 – ESGOTADO

Plateia online de todos os shows: gratuito, mediante inscrição prévia no site do Instituto Ling. As inscrições devem ser feitas individualmente para cada show
 
Inscrições gratuitas para as oficinas musicais (apenas presenciais)
10h – Workshop com Zoca Jungs (RS) – ESGOTADO
13h30 – Workshop com Cliff Korman (EUA) – ESGOTADO

Pontos de venda
Site: www.institutoling.org.br
Recepção do Instituto Ling: funcionamento de segunda a sábado, das 10h30 às 20h
 
Informações úteis
www.facebook.com/InstitutoLing
www.instagram.com/Instituto.Ling
twitter.com/@InstitutoLing
www.youtube.com/c/InstitutoLingCultural
Fone: 51 3533-5700
Email: [email protected]

Medidas de segurança e regras de visitação
– Uso obrigatório e correto de máscara (cobrindo boca e nariz durante todo o tempo da visita)
– Apresentação de comprovante de vacinação para assistir shows e participar de eventos, de acordo com o calendário de vacinação estadual
– Limitação do número de visitantes e capacidade reduzida em todos os espaços, com objetivo de manter distanciamento
– Medição obrigatória da temperatura corporal (pessoas com a temperatura acima de  37,8°C deverão realizar duas novas medições. Caso a temperatura elevada se confirme, o acesso ao Centro Cultural não será permitido e a pessoa será orientada a buscar auxílio médico)
– Tapetes bactericidas nos acessos para limpeza dos calçados
– Respeito à distância física de 2 metros (se estiver acompanhado, respeite a distância em relação aos demais visitantes)
– Guarda-volumes indisponível (para segurança de todos, evite trazer mochilas ou malas)
– Higienização das mãos com álcool desinfetante (temos dispensers de álcool desinfetante instalados ao longo do prédio)
– Substituição de materiais impressos e folders da nossa programação e das exposições por QR codes (use seu celular para acessar)
– Sinalização informativa sobre regras de acesso e visitação (por favor, cumpra nossas orientações e solicitações)
– Dê preferência ao uso de escadas, deixando o elevador para visitantes preferenciais (cadeirantes, mobilidade reduzida, maiores de 65 anos e gestantes). Você vai perceber que, agora, um lado da escada sobe e outro desce. Por favor, siga a sinalização indicada para manter a distância indicada e evitar aglomerações.
– Reforço das equipes de limpeza para sanitização frequente nos espaços de circulação e em áreas de uso comum (banheiros, elevador, torneiras e corrimões)
– Fornecimento de máscaras PFF2 para funcionários e clientes que precisarem
– Ventilação cruzada
 
Estacionamento: o Instituto Ling possui estacionamento pago com 40 vagas.
 
Bicicletários: há bicicletários gratuitos em dois pontos: um localizado dentro do estacionamento e outro na parte externa do prédio, com 32 vagas.
 
Transporte coletivo: o transporte coletivo de Porto Alegre conecta o centro cultural a diversas regiões da cidade de Porto Alegre. As linhas de ônibus mais próximas são: T2, T2A, T11, T11A, T12, T12A, T13, 344.2, 432, 671 e a lotação João Abbot.
 
Acessibilidade: o prédio do Instituto Ling foi projetado para propiciar comodidade e autonomia aos portadores de deficiência, além de oferecer excelente conforto térmico e acústico. O Instituto Ling possui o Selo de Acessibilidade da Prefeitura de Porto Alegre, conforme o Decreto nº 15.752 de 5 de dezembro de 2007, que atesta o atendimento da instituição às pessoas com diferentes características antropométricas e sensoriais, de forma autônoma, segura e confortável. O centro cultural oferece também a possibilidade de contratação de um intérprete de Libras, além do acesso à audiodescrição do acervo de artes visuais, dos espaços do prédio e paisagismo. Todo material de audiodescrição se encontra disponível em tablets fornecidos pelo Instituto Ling.

Assessoria de Imprensa:
Jéssica Barcellos Comunicação


Sobre o autor