Tierra Santa – Tierras De Leyenda (Um Metal por Dia)

Tierra Santa – Tierras De Leyenda

Em um certo momento, lá no início dos anos 2000, diversas bandas de Metal com letras em espanhol desembarcaram no Brasil, muitas delas trazidas por gravadoras nacionais.

Os argentinos do Rata Blanca e os espanhóis do Mägo De Oz são dois bons exemplos desse movimento, mas foi o Tierra Santa, sem dúvida, que realmente mostrou que era possível fazer um grande trabalho com o idioma vizinho.

Também proveniente da península ibérica, o grupo liderado pelo vocalista e guitarrista Ángel San Juan surgiu na província de Rioja (famosíssima pelos seus vinhos), em 1997, e não precisou de muito tempo para se estabelecer por lá.

A banda, que já havia conquistado um bom espaço com os seus dois primeiros álbuns, ampliou o seu nome pelo restante do planeta com “Tierras De Leyenda“, lançado em 2000.

Com um Power Metal cheio de referências do Metal tradicional, mas baseado nos riffs velozes e na voz imponente do seu frontman, o Tierra Santa gravou aqui um ótimo conjunto de 11 composições, a maioria direta e trabalhada para impressionar o ouvinte na hora do refrão.

Tierras De Leyenda“, “Sodoma Y Gomorra“, “La Torre Del Babel” e “El Caballo De Troya“, que tratam de assuntos que encontramos nos livros de história, são os grandes destaques do material, que mantém um pique impressionante.

O grupo, que tinha na época um contrato com o mediano selo espanhol Locomotive Records, se tornou maior que a sua própria gravadora, conseguindo até um convite para participar de um tributo ao Iron Maiden, em 2002, capitaneado pela gigante Nuclear Blast.

Quem curtir “Tierras De Leyenda” também pode dar play, sem medo, no ótimo “Sangre De Reyes“, de 2001.





Sobre o autor