FAE comemora os 32 anos com lançamento de pôster e podcast que antecipam o documentário “Mãos à Terra”

Um grupo de artistas se reuniu para contar a história do coletivo de agricultores que investe na ecologia e na saúde desde 1989. O lançamento desta primeira etapa será dia 25

No berço da soja transgênica do Brasil, com seus agrotóxicos e maquinário pesado, brota também o pioneirismo ecologista.

O longa-metragem documental Mãos à Terra, em fase de desenvolvimento, aborda diversas camadas da luta ambiental no sul do Brasil, através da história da primeira feira de agricultura ecológica da América Latina – a FAE, que acontece desde 1989 em Porto Alegre, no canteiro central da Av. José Bonifácio, próximo ao Parque da Redenção.

PUBLICIDADE

Além da origem de alimentos orgânicos e da aproximação entre produtores e consumidores, a história da Feira de Agricultores Ecologistas traz luz sobre os agentes que tomam a frente na batalha pela saúde, do campo à mesa: agricultores, espiritualistas urbanos, ambientalistas, padres do interior, agrônomos, assentamentos do MST.

Por meio de imagens e depoimentos captados durante três anos, no campo e na cidade, e vasto material de arquivo histórico, o filme tece, sob lentes sensíveis, uma história atravessada pelo despertar da consciência ecológica, tensões políticas e questões ambientais históricas e extremamente atuais.

Enquanto o documentário está em fase de captação de recursos e finalização, o grupo lança seu pôster “Cosmos FAE” e o podcast “Mãos à Terra”, em comemoração aos 32 anos da FAE.

PUBLICIDADE

O desenvolvimento do documentário Mãos à Terra se iniciou em 2018, a partir do desejo de um grupo frequentador da FAE, ligado principalmente ao cinema e às artes visuais, de contar essa história tão importante para Porto Alegre e para o Brasil.

A relação com a Feira se aprofundou em 2012, na realização do curta-metragem chamado “Você sabe de onde vêm seus alimentos?”. O poder transformador do documentário, da escuta, de conhecer as histórias e os caminhos que os alimentos percorrem até chegar aos pratos dos gaúchos incentivou o grupo a ampliar este tema.

A conscientização ecológica e a alimentação saudável podem deixar de ser privilégio de alguns e passar a ser direito de todas as pessoas. O filme está sendo realizado de forma independente e ao longo desses três anos contou com o apoio de feirantes e de frequentadores da FAE, por meio de financiamento coletivo.

PUBLICIDADE

No momento, o documentário ganhou o Edital Criação e Formação Diversidade das Culturas realizado com recursos da Lei Aldir Blanc no 14.017/20, com o qual viabilizou esta primeira etapa. Ainda em fase de pós-produção, segue em busca de apoio financeiro para as etapas de montagem, finalização e distribuição.

Além das visitas a diversos municípios do RS, como Farroupilha, Morrinhos do Sul, Torres, Viamão e na capital, foram captados materiais na própria FAE — como, por exemplo, imagens do aniversário de 30 anos, comemorado em outubro de 2019. Também foi feita uma busca por materiais de arquivo das últimas décadas, relacionados aos grupos que fundaram a FAE – como a cooperativa Coolméia – em formato VHS, jornais, reportagens e fotografias.

A equipe que está à frente deste projeto é formada por Sérgio Guidoux, Bruna Giuliatti, Dani Eizirik, Ieve Holthausen, Tuane Eggers, Giulia Góes e Sofia Ferreira. Todos os integrantes do grupo são ligados a áreas relacionadas a artes visuais e audiovisual.

PUBLICIDADE

Neste primeiro contato do projeto com o público, a equipe lança o pôster e o podcast que trará uma visão sobre a pesquisa realizada para o documentário, entrevistas e curiosidades.

O pôster Cosmos FAE é composto por um mapa ilustrado mostrando a origem de diversos alimentos, a distância percorrida até chegar na feira, além de textos, colagens e desenhos de momentos-chave na história da feira.

O valor de venda será de R$ 10,00, dinheiro revertido para a finalização do filme. O material também estará disponível no site do projeto, em formato digital, de forma gratuita.

PUBLICIDADE

Ficha técnica:

Direção: Sérgio Guidoux
Roteiro: Bruna Giuliatti, Dani Eizirik e Sérgio Guidoux
Direção de produção: Bruna Giuliatti
Direção de fotografia: Ieve Holthausen e Tuane Eggers
Produção executiva: Giulia Góes e Sofia Ferreira

*Projeto executado através do Edital Criação e Formação Diversidade das Culturas realizado com recursos da Lei Aldir Blanc no 14.017/20.

PUBLICIDADE

*O projeto do filme também já contou com apoios via financiamento coletivo.

Mãos à Terra – lançamento do Pôster Cosmos FAE e Podcast do projeto

Dia 25 de setembro, das 07h às 13h

PUBLICIDADE

Av. José Bonifácio / Canteiro Central

Entrada franca

*Custo do pôster impresso: R$ 10,00 no local

PUBLICIDADE

*O podcast estará disponível nas plataformas Spotify, Deezer, Apple, Castbox, Amazon ou sua plataforma favorita

Mais informações no Canal do projeto no YouTube.

Site e Redes Sociais:

PUBLICIDADE

http://www.maosaterra.com

http://instagram.com/maosaterra.doc

Informações para a imprensa:
Bebê Baumgarten Comunicação

PUBLICIDADE