Inabalável num mudo a beira do fim” – Assim inicia uma das 11 canções acústicas que fazem do SOLIDEZ, de Lara Rossato, um álbum que exalta a força em tempos de dúvidas e dificuldades e tem como como significado de seu nome “aquilo que é difícil de ser derrubado”.

As letras abordam temas como independência, resistência, paixões, vida e morte. Na capa do álbum, Lara aparece com as mãos sujas de terra, simbolizando o ato de plantar e a busca da sonoridade na música de raiz do Rio Grande do Sul.

Lara Rossato cresceu em uma região rural no interior da pequena cidade de Dom Pedrito no Rio grande do Sul, fronteira com Uruguai.

Nesse contexto, traz a influência da música nativista gaúcha e mistura com levadas e letras de música pop no álbum “Solidez”.

A cantora já percorreu uma longa estrada e já morou em outras cidades no estado. Em 2014 lançou seu primeiro disco de estúdio “Mesa para dois” e foi escalada para importantes Festivais como o Pepsi Twist Land, Festival de inverno de Pelotas e Porto Alegre, Festa Nacional da Música e Festival Rock Gaúcho.

Em 2016, ela foi destaque na conceituada revista “Donna” do jornal Zero Hora, sendo indicada como uma das representantes das novas vozes do Rio Grande do sul. O maior crítico musical do RS, Juarez Fonseca, também destacou Lara como “uma cantora e compositora de personalidade forte, com letras bem construídas, uma das revelações do pop gaúcho”.

Seu novo álbum “Solidez” foi produzido à distância juntamente com o músico e produtor musical Michel Abelaria, que reside atualmente em Brasília.

Foto: Gabriel Dalmazo

O álbum já está disponível nas principais plataformas digitais

YouTube: https://www.youtube.com/lararossato
Spotify: https://sptfy.com/lararossato
Deezer: https://www.deezer.com/br/artist/6925169
AppleMusic: https://music.apple.com/br/artist/lara-rossato/925216552

0