Será lançada na próxima quarta-feira, dia 18 de novembro, A CURA – Iª Mostra de Artes Cênicas Negras de Porto Alegre. Idealizada pelos artistas Silvia Duarte e Thiago Pirajira, a iniciativa oferecerá ao público um panorama das artes cênicas local.

Foto Bruno Gomes

A CURA irá ocorrer de 02 a 07 de dezembro e dará acesso gratuito a toda à programação, composta por espetáculos de teatro, dança, música e performances interativas em plataformas de videoconferência, apresentando um espectro diverso e plural de artistas que produzem sob as mais variadas linguagens e estéticas.

A realização é da Coordenação de Artes Cênicas da Secretaria Municipal da Cultura. O lançamento é marcado pela apresentação das redes sociais do projeto.

A cura que pensamos tem a ver com os movimentos necessários para a evolução. Para a cura de uma ferida é necessário estancar o que consome a carne, cessar a dor e sua causa. Após, é necessário limpar, lavar e tratar com os unguentos, ervas, magias, feitiçarias: tecnologias ancestrais de cuidado e continuidade. Diante da cura o corpo fraturado se levanta e reconstitui sua dignidade no presente para a criação do futuro“, afirma o Manifesto da Mostra.A CURA – I Mostra de Artes Cênicas Negras de Porto Alegre surge em um contexto pandêmico, no qual as feridas que já existiam se ampliam e dinamizam, afirma a atriz e produtora Silvia Duarte.

Nesse sentido, a iniciativa se insurge como o cuidado necessário para o fortalecimento da dignidade negra nas disputas artísticas cênicas. Um evento proposto por e para artistas negras e negros, com o intuito de celebrar e mapear as produções e os corpos que produzem o antídoto contra a doença colonial, por meio da arte” complementa o ator e diretor Thiago Pirajira. para além de uma visão racista sobre identitarismo, se configura como um espaço de legitimação de novas narrativas no cenário artístico.

A CURA – I Mostra de Artes Cênicas Negras de Porto Alegre surge em um contexto pandêmico, no qual as feridas que já existiam se ampliam e dinamizam” afirma a atriz e produtora Silvia Duarte.

Nesse sentido, a iniciativa se insurge como o cuidado necessário para o fortalecimento da dignidade negra nas disputas artísticas cênicas. Um evento proposto por e para artistas negras e negros, com o intuito de celebrar e mapear as produções e os corpos que produzem o antídoto contra a doença colonial, por meio da arte” complementa o ator e diretor Thiago Pirajira. Para além de uma visão racista sobre identitarismo, se configura como um espaço de legitimação de novas narrativas no cenário artístico.

Como diretor do Porto Alegre em Cena percebo a necessidade e, ao mesmo tempo, a impossibilidade de um único festival abranger com profundidade tantas questões urgentes, tantas vozes brilhantes, tantos pensamentos contemporâneos. Foi daí que surgiu a vontade de criar, em Porto Alegre, pela Secretaria Municipal da Cultura, um festival da cidade que reunisse uma programação que pudesse mostrar melhor a potência e a subjetividade de artistas negra/os brasileira/os” justifica o coordenador de Artes Cênicas da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Fernando Zugno. “Estou muito feliz de poder, de alguma forma fazer, parte desse movimento e ajudar a realizar a mostra Cura. Que seja a primeiro de uma mostra duradoura e anual” comemora.

Teatro, dança, performance, processos híbridos, conversas, axé, ebós, dengos, organização, festa: tudo está posto ao mesmo tempo. As produções da Mostra A CURA propõem pensar as contra colonizações cênicas e apontam modos futuros para os processos de criação. Um tempo pautado pelas experiências negras.

Acompanhe e siga o projeto nas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/mostracura/
Facebook: https://www.facebook.com/mostracura
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCcsbzEF48M5HJiwliN1GkFw

FICHA TÉCNICA:

Direção geral e curadoria: Silvia Duarte e Thiago Pirajira
Produção: Ju Barros e Túlio Quevedo
Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu Consultoria Integrada de Marketing
Mídias e redes sociais: Daniele Rodrigues
Design gráfico: Aline Gonçalves
Audiovisual: Macumba Lab.

Registro Fotográfico: Josemar Afrovulto

Realização: Coordenação de Artes Cênicas da Secretaria Municipal da Cultura – Prefeitura de Porto Alegre

Apoio: Plataforma Plus | Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (PPGAC-UFRGS)

Informações para Imprensa:
Silvia Abreu

0