Diogo Nogueira, um dos maiores nomes do samba, trouxe ao Auditório Araújo Vianna, no último dia 6 de março, o show de lançamento do álbum “Diogo Nogueira Ao Vivo em Porto Alegre”.

O registro, que chegou às lojas na mesma data da apresentação, compila os maiores sucessos da sua carreira, entre regravações de outros grandes artistas da música brasileira e composições autorais do recente “Munduê”.

Com três conquistas no Grammy Latino e turnês que já cruzaram os Estados Unidos e boa parte da Europa, o cantor – que foi tema da escola de samba porto-alegrense Imperatriz Dona Leopoldina em 2016 – retornaou à capital gaúcha, onde possui os fãs mais apaixonados, para colocar todo mundo para dançar ao som dos singles recém-lançados “Tá Faltando o Quê” e “Coisa Boa”.

Filho de João Nogueira, um dos maiores sambistas que o nosso país já viu, Diogo cresceu embalado por rodas de viola e por cantorias promovidas pelo pai, com o crème de la crème da MPB.

Ele queria ser jogador de futebol, mas uma lesão no joelho impediu que continuasse atuando dentro de campo e fez a música popular brasileira ganhar um grande artilheiro. Mesmo com uma década de carreira, Diogo nunca abandonou a sua paixão pelos esportes, sendo surfista, lutador de jiu-jitsu e atleta de futevôlei nas horas vagas.

Indicado sete vezes ao Grammy Latino, que venceu em três dessas oportunidades, Diogo também é ator e estreou no musical “SamBRA”, em 2015.

Já teve programas no rádio e na televisão, mas foram os seus nove CD’s e os seus quatro DVD’s que atravessaram o país, levaram o seu nome ao exterior, conquistaram uma porção de fãs e venderam mais de um milhão de cópias.

Realização: Opinião Produtora

Foto: Alex Vitola / @alexvitola

Todos os direitos reservados.
Proibida reprodução sem autorização.

0