Um dos grandes sucessos da temporada musical de 2019 está de volta, com uma programação ainda mais diversificada. É o Mistura Fina – Música para Fugir do Trânsito, que estreia na próxima quinta-feira, dia 05 de março, às 18h30min, no Foyer Nobre do Theatro São Pedro. Quem abre a programação é a cantora Bibiana Petek. A iniciativa leva a assinatura da Associação dos Amigos do Theatro São Pedro e da Fundação Theatro São Pedro, com produção da Primeira Fila Produções, financiamento do Pró-Cultura RS e patrocínio da Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul – Sulgás. A entrada é franca.

Bibiana Petek é cantora e compositora. Desde 2013 na cena do Sul do Brasil, teve seu caminho trilhado por meio do álbum de estreia ”Dengo”, com o qual conquistou o Prêmio ABMI / Deezer de novos talentos e o Festival EDP Live Bands – o que a levou a tocar em Portugal no ano passado. Apaixonada pelo som brasil, também faz releituras de músicas de qualquer tempo. Em 2019, lançou o segundo álbum, “Músicas para segunda-feira vol.1”. No dia 05, Bibiana promote misturar tudo isso: autoral com brasilidades acompanhada do seu quarteto.

Ao todo, 40 atrações se apresentarão ao longo deste primeiro semestre de 2020, exibindo a pluralidade da produção musical que se destaca no cenário local, estadual e internacional, com ênfase aos vizinhos latino-americanos. Reunindo diversas linguagens, a proposta é uma agradável parada na hora do rush, para quem trabalha ou está no Centro Histórico, esperando que o trânsito acalme.

Mistura Fina – Música para Fugir do Trânsito apresenta grandes expressões da música e seus convidados para um saboroso happy hour, temperado com arte e alta performance artística. As apresentações ocorrem sempre às quintas feiras, às 18h30min, com entrada franca. A cada ano, o projeto consolida-se, promovendo os artistas gaúchos e seus convidados, unindo gêneros e linguagens, como a dança, o teatro e a música, em suas diversas vertentes. Nestes dois anos, o projeto Mistura Fina reuniu 80 atrações e mais de 200 artistas, com um público total, aproximado, de 6 mil pessoas. Com curadoria de Arthur de Faria, o Mistura Fina leva ao público trabalhos bem elaborados, assegurando a certeza de bons espetáculos.

Além de ser vitrine para a produção artística, o Mistura Fina tem como grande diferencial a oferta de mediação audiodescrita, operada pela Ovni Acessibilidade Universal. A mediação audiodescrita consiste na descrição clara e objetiva de todas as informações compreendidas visualmente e que não são percebidas pelo usuário (pessoas cegas ou com baixa visão), como, por exemplo, expressões faciais e corporais que comuniquem algo, como informações sobre o ambiente do Foyer, a configuração do palco e as características dos instrumentos e equipamentos, a entrada dos artistas, suas características físicas e os figurinos, sua posição e movimentação no palco, gestos e expressões ao longo dos shows, além da iluminação, possibilitando que a pessoa desfrute integralmente da obra. Define-se como mediação porque há características de informalidade e simultaneidade. Há um limite de público por show, já que não se utiliza equipamento. No máximo, são recebidos seis usuários a cada edição

Crédito: Mariana Molinos

Gênero: Livre | Classificação etária: Livre

Ficha técnica: Lukas porto (bateria) | Bibiana Petek (guitarra e voz) | Lauro crivellaro (guitarra) | Bruno vargas (baixo) | Lucas brunnet (teclado) | Thiago marques (técnico de som)

Informações para a imprensa:
Silvia Abreu